16:27 27 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    COVID-19 no mundo no início de outubro (66)
    0 01
    Nos siga no

    A diretora do Departamento de Saúde Pública e Meio Ambiente da OMS, Maria Neira, reconheceu que a organização não entende o que está falhando na Espanha para que o país tenha se tornado o local com maior incidência de coronavírus na Europa.

    Segundo Neira, a Organização Mundial da Saúde (OMS) analisa a situação na Espanha há várias semanas e ainda não consegue perceber porque o país acumula o maior índice de infecções por COVID-19 na Europa, ainda que aplique medidas mais restritivas como o uso obrigatório de máscaras, por exemplo.

    De acordo com ela, nem a transmissão intrafamiliar nem o comportamento dos jovens justificam o alto índice de infecções em todo o país.

    "É verdade que tem havido um relaxamento dos jovens e das festas, mas isso não justifica toda a situação em que o país se encontra atualmente, já que na Itália os jovens também fizeram festas, na França ou mesmo na Suíça e sua situação epidemiológica é melhor", afirmou.

    A dirigente da organização internacional de saúde destacou que é importante melhorar a conscientização dos cidadãos e também avaliar a situação do rastreamento do coronavírus.

    Passageiros usam máscaras para se proteger do novo coronavírus em uma estação de metrô de Barcelona, na Espanha.
    © AP Photo / Emilio Morenatti
    Passageiros usam máscaras para se proteger do novo coronavírus em uma estação de metrô de Barcelona, na Espanha.

    "É necessário revisar o plano de detecção, rastreamento de contatos, isolamento e quarentena, garantindo o seu acompanhamento. Se não houver rastreadores, será necessário colocar rastreadores e se algo precisar ser corrigido, terá que ser feito”, enfatizou Neira.

    Na última quinta-feira (1º) foram registradas 9.419 novas infecções por COVID-19 na Espanha. O número total de casos de coronavírus no país chega a 778.607, somando 31.973 mortes desde o início da pandemia.

    Tema:
    COVID-19 no mundo no início de outubro (66)

    Mais:

    Após diminuição de casos, Havana suspende toque de recolher imposto contra a COVID-19
    Caso raro: líquido cerebral de mulher vaza durante teste para COVID-19, diz estudo
    Vacinas contra COVID-19 baseadas em novos métodos devem ser checadas após a fase 3, diz médico
    COVID-19: Brasil registra 144 mil mortes e 4,84 milhões de casos desde início da pandemia
    Tags:
    COVID-19, novo coronavírus, Espanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar