13:56 20 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Esportes
    URL curta
    384
    Nos siga no

    O atacante Neymar, do PSG, foi expulso neste domingo (13) durante partida do seu clube contra o Olympique de Marseille por ter dado um tapa na nuca de adversário, a quem acusou de racismo. 

    Logo no primeiro tempo, o brasileiro se envolveu em uma discussão com o zagueiro espanhol Álvaro González. Pelo áudio da partida, é possível ouvir o atacante falando por várias vezes ao árbitro: "Racismo, no". 

    Segundo Neymar, o defensor do Olympique o xingou de "Macaco filho da p...". 

    O atacante argentino Di María, do PSG, também disse ter sido ofendido por González. O espanhol, por sua vez, alegou que foi cuspido pelo argentino. 

    No segundo tempo, já nos acréscimos, houve mais discussão entre o atacante brasileiro e o zagueiro. Durante uma confusão envolvendo vários jogadores de ambos os times, a câmera flagrou Neymar dando um tapinha na nuca de González.

    O atacante e mais quatro jogadores acabaram sendo expulsos de campo. Ao sair de campo, o brasileiro protestou mais uma vez ao árbitro, acusando o adversário de o ter insultado. 

    Após a partida, Neymar disparou pelo Twiiter: "Único arrependimento que tenho é por não ter dado na cara desse babaca". 

    Válido pelo Campeonato Francês, o PSG perdeu o jogo por 1 a 0. A partida, que marcou a volta do brasileiro ao time após ser diagnosticado com COVID-19, foi disputada no estádio Parc de Princes, em Paris. 

    Mais:

    Após acusar Neymar de estupro e agressão, modelo entra da pior forma no top do Twitter
    Mulher que acusa Neymar de estupro tem casa invadida, diz ESPN
    Juiz da Lava Jato sai em defesa de Neymar: 'nem sempre a vítima é a parte mais fraca da relação'
    Tags:
    racismo, atacante, França, futebol, PSG, Neymar
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar