14:55 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Esportes
    URL curta
    Rio 2016 (253)
    0 51
    Nos siga no

    A sexta-feira dá início ao ano olímpico tão esperado pelo Brasil, que sediará os Jogos Rio 2016, mas o ano que começa terá muitos outros atrativos no esporte. A Sputnik separou dez das datas mais importantes nos estádios, arenas e campos do mundo todo em 2016. Confira!

    Dia 1º de janeiro marca o início da XXXI Olimpíada (a Olimpíada é o período de quatro anos que começa no ano de uma edição dos Jogos Olimpícos), mas os Jogos Olímpicos Rio 2016 não são o único atrativo no mundo do esporte nos próximos 366 dias. Por isso, a Sputnik lista abaixo dez datas de acontecimentos relevantes da temporada que começa nesta sexta-feira. Fique por dentro!

    11 de janeiro — Bola de ouro da FIFA

    O mundo do futebol para no dia 11 de janeiro para acompanhar a cerimônia que será realizada em Zurique, na Suíça. É nesse dia que a FIFA anunciará o vencedor do FIFA Ballon d’Or — a Bola de Ouro —, prêmio dado ao melhor jogador do mundo em 2015. Os finalistas são o argentino Lionel Messi, o português Cristiano Ronaldo e o brasileiro Neymar.

    A cerimônia também anunciará o vencedor do Prêmio Puskás, dado ao gol mais bonito de 2015. O brasileiro Wendell Lira, que marcou um belo gol de bicicleta pelo Goianésia no Campeonato Goiano, é um dos finalistas. Os outros são o italiano Alessandro Florenzi (Roma) e Lionel Messi (Barcelona). 

    18 de janeiro — Australian Open

    O primeiro grande torneio do circuito mundial de tênis acontece anualmente em Melbourne, na Austrália. Em 2016, o evento começa no dia 18 e vai até 31 de janeiro. Os principais nomes da chave masculina são bem conhecidos: Novak Djokovic, Andy Murray, Roger Federer e Rafael Nadal. A grande expectativa é para ver se Djokovic, atual número 1 do mundo, manterá sua supremacia e a anorme vantagem que tem no ranking para Murray, o vice-líder.

    Entre as mulheres, Serena Williams dominou 2015 e ficou a duas vitórias de completar o Grand Slam, ou seja, de vencer os quatro torneios mais importantes do circuito mundial (Australian Open, Roland Garros, Wimbledon e US Open) na mesma temporada. Por enquanto, a americana é favoritíssima a tudo também em 2016.

    7 de fevereiro — Super Bowl

    A final da NFL, a liga profissional de futebol americano, é um evento nacional, mas que chama a atenção do mundo todo. Até quem não acompanha a modalidade se interessa, seja pelos badalados comerciais (agências de publicidade disputam acirradamente contas de anúncios nos intervalos do Super Bowl) ou pelo show do intervalo — a atração este ano é a banda Coldplay. Em 2016, o jogão será disputado no recém-inaugurado Levi’s Stadium, localizado na cidade de Santa Clara, que é a casa do San Francisco 49ers. 

    26 de fevereiro — Eleições da FIFA

    O ano de 2015 foi conturbado para a FIFA. Primeiro, integrantes do Comitê Executivo da entidade foram presos na Suíça e condenados nos Estados Unidos por corrupção. Em seguida, o secretário-geral, Jérôme Valcke, foi suspenso por ser suspeito em um escândalo de venda de ingressos para a Copa do Mundo. No fim do ano, o presidente da FIFA, Joseph Blatter, e o presidente da UEFA, Michel Platini, foram suspensos do futebol por oito anos por violarem o código de ética da entidade.

    O dia 26 de fevereiro pode ser o primeiro passo para uma nova FIFA. O Congresso Extraordinário marcado para Zurique decidirá o novo presidente da entidade. Os candidatos são o príncipe jordaniano Ali Bin al-Hussein; Salman Bin Ibrahim al-Khalifa, do Bahrein; Jérôme Champagne, executivo da FIFA de 1999 a 2010; Tokyo Sexwale, homem de negócios sul-africano; e Gianni Infantino, secretário-geral da UEFA e braço direito de Michel Platini na entidade que controla o futebol europeu.

    20 de março — GP da Austrália

    Embora vivendo uma crise de popularidade e com dificuldades para manter suas provas competitivas, a Fórmula 1 ainda é a principal categoria do automobilismo mundial. O dia 20 de março, data do GP da Austrália, abre o calendário da categoria em 2016 e dá as primeiras respostas para muitas perguntas que ficarão no ar até lá.

    A Mercedes e Lewis Hamilton continuarão a dar as cartas? A Ferrari conseguirá ameaçar o time alemão com mais frequência? Fernando Alonso terá mais um ano sofrível a bordo da McLaren? E o brasileiro Felipe Massa, conseguirá finalmente terminar um ano à frente de seu companheiro de equipe, o finlandês Valtteri Bottas?

    24 de abril — Maratona de Londres

    São quase 40 mil participantes, mais de 750 mil espectadores acompanhando a prova nas ruas e um percurso sem ladeiras que passa por vários dos pontos turísticos da capital inglesa. Por esses motivos e muitos outros a Maratona de Londres é considerada por muitos a de mais prestígio entre as provas de 42,195 quilômetros. 

    Além de contar com a elite do circuito mundial de maratonas, a prova londrina também é famosa por estabelecer um punhado de recordes inusitados. Em 2015, por exemplo, foram estabelecidas marcas como as de “maratonista mais rápido vestido como crustáceo” (Giles Lock, 3h34min23), “maratonista mais rápido quicando duas bolas de basquete” (Jerry Knox, 4h10min44) e “maratonista mais rápido vestido de cabine telefônica” (Ric Nardi, 4h33min56). Todas essas marcas estão registradas oficialmente no Livro Guinness de Recordes Mundiais.

    10 de junho — EURO 2016

    O segundo mais importante torneio de seleções do mundo começa no dia 10 de junho e vai até 10 de julho, na França. Nele, 24 países europeus disputarão o título do continente, que atualmente pertence à Espanha. A Rússia está no Grupo B ao lado de Inglaterra, País de Gales e Eslováquia. Avançam para as oitavas de final os dois times mais bem colocados em cada grupo, além dos quatro melhores terceiros colocados.

    2 de julho — Volta da França

    A prova mais famosa do ciclismo de estrada terá sua 103ª edição em 2016. Com início em 2 de julho e chegada prevista para o dia 24 do mesmo mês, a Volta da França percorrerá 3.519 quilômetros, com 21 estágios e apenas dois dias de descanso para os atletas. Além da França, o roteiro inclui passagens por Espanha, Andorra e Suíça. O britânico Chris Froome, bicampeão (2013 e 2015) e atual detentor do título, afirmou que o trajeto deste ano lhe é ainda mais favorável do que o de 2015.

    5 de agosto — Jogos Olímpicos

    Todos os olhos do planeta estarão no Maracanã, no dia 5 de agosto, para a cerimônia de abertura dos Jogos Olímpicos Rio 2016. O evento, que vai até o dia 21 do mesmo mês, terá mais de dez mil atletas que representarão 206 Comitês Olímpicos Nacionais. Os Jogos incluem disputam em 28 modalidades — inclusive os recém-incorporados golfe e rúgbi — e distribuirão 306 medalhas de ouro. 

    Pra o Rio de Janeiro, que enfrenta grandes problemas de mobilidade urbana e recebeu críticas quanto à qualidade das águas onde serão disputadas as provas de vela e maratona aquática, os Jogos Olímpicos serão uma oportunidade de mostrar que a cidade usou o evento para deixar um legado à população.

    7 de setembro — Paralimpíadas

    Mais de duas semanas depois do fim dos Jogos Olímpicos, quando a maioria dos turistas já terá deixado o Rio de Janeiro, a cidade viverá outros momentos emocionantes e históricos. As Paralimpíadas começam no dia 7 de setembro e vão até o dia 18. Durante 11 dias, 528 provas serão disputadas por cerca de 4.350 atletas de 176 países. Será a primeira vez que as Paralimpíadas serão disputadas na América Latina. 

    Tema:
    Rio 2016 (253)

    Mais:

    Cinco candidatos são aprovados para concorrer à presidência da FIFA
    FIFA confirma data da escolha do novo presidente
    Joseph Blatter e Michel Platini ficarão de fora do futebol até o final de 2023
    Turcos aplaudem hino da Rússia em partida de futebol na Turquia
    Futebol político: Sérvia e Albânia se encontram em campo
    Tags:
    evento, competições internacionais, esportes, Super Bowl, Volta da França, Euro 2016, Jogos Paralímpicos, Jogos Olímpicos, Rio 2016, Comité Olímpico Internacional (COI), FIFA, Rio de Janeiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar