17:23 20 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    Mundo vs. COVID-19 no final de janeiro de 2021 (110)
    3200
    Nos siga no

    O segundo maior banco dos Estados Unidos afirma que a alta recente das ações em Wall Street é resultado da política da Reserva Federal (banco central dos EUA) de apoiar ativos de risco em meio à crise do novo coronavírus.

    O Bank of America, segundo maior banco dos Estados Unidos, alertou seus clientes, nesta sexta-feira (22), para uma possível nova "bolha" no mercado acionário norte-americano. A instituição, com ativos avaliados em mais de US$ 2 trilhões (R$ 10,94 trilhões), afirma que a alta recente das ações em Wall Street é resultado da política da Reserva Federal (Fed, na sigla em inglês, banco central dos EUA) de apoiar ativos de risco em meio à crise do novo coronavírus.

    O Dow Jones, por exemplo, atingiu um novo recorde histórico nesta semana com a posse de Joe Biden como presidente do país, ultrapassando a marca dos 31 mil pontos, apesar de fatores econômicos como alto desemprego, estagnação salarial e níveis elevados de dívida entre os cidadãos comuns. O índice já é três vezes maior que em 2009, após a crise financeira.

    "Quando aqueles que querem continuar ricos começam a agir como aqueles que querem ficar ricos, isso sugere uma explosão especulativa em estágio avançado", diz a nota do banco citada pela Bloomberg.
    A estátua do Touro de Wall Street é exibida no distrito financeiro de Nova York, no dia 8 de setembro de 2020.
    © AP Photo / Mark Lennihan
    A estátua do Touro de Wall Street é exibida no distrito financeiro de Nova York, no dia 8 de setembro de 2020.

    A carta do Bank of America adverte que uma "correção de mercado", ou seja, uma queda nos preços das ações, é esperada ainda neste ano, com um indicador do banco já chegando próximo a um "sinal de venda".

    O banco compara os próximos "eventos de volatilidade" com as bolhas do passado, incluindo o colapso do mercado imobiliário de 2007/2008, em meio aos balanços do banco central dos Estados Unidos e da Europa. O Bank of America espera que o balanço do Sistema de Reserva Federal alcance o equivalente a 42% do PIB em 2021 em meio a um déficit orçamentário esperado de 33% do PIB.

    Tema:
    Mundo vs. COVID-19 no final de janeiro de 2021 (110)

    Mais:

    Ações do Twitter despencam após suspensão da conta de Donald Trump
    Como mercado de ações da China sancionado pelos EUA pode impactar economia mundial?
    Ganho bilionário: farmacêuticas chegam a valorizar mais de 1.000% no mercado de ações
    Tags:
    COVID-19, PIB, Joe Biden, Bank of America, bolha, ações, Dow Jones, Estados Unidos, mercado acionário
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar