22:45 07 Julho 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    Mundo enfrentando pandemia no fim de maio (69)
    140
    Nos siga no

    Com a demanda global caindo e a produção interrompida, a montadora japonesa Nissan planeja fechar fábricas de automóveis na Espanha e na Indonésia depois de entrar no vermelho pela primeira vez em 11 anos.

    O executivo-chefe da Nissan em Yokohama, Makoto Uchida, disse na quinta-feira (27) que a produção européia será centralizada na fábrica de Sunderland, no Reino Unido.

    A manufatura hoje sediada na Indonésia mudará para a Tailândia, já que a montadora japonesa reduziu a produção global em 20%.

    A Nissan registrou um prejuízo de US$ 6,2 bilhões, cerca de R$ 32 bilhões, no ano fiscal encerrado em março, sua primeira perda anual desde 2009.

    De acordo com a agência de notícias Associated Press, os trabalhadores da companhia produziram 150.388 veículos em abril deste ano, uma queda na produção de 62% em relação ao mesmo mês do ano anterior. Já as vendas globais de veículos caíram quase 42% no mês passado.

    "O futuro permanece incerto e é extremamente difícil de prever'', disse Uchida.

    Na semana passada, o governo da Espanha pediu à Nissan que reconsiderasse seu plano de fechar sua fábrica em Barcelona, ​​dizendo que resultaria na perda direta de cerca de três mil empregos.

    Os sindicatos de trabalhadores alertaram que mais 20 mil empregos na cadeia de suprimentos da Nissan na Espanha também estão em risco se a Nissan fechar sua fábrica em Barcelona e duas menores em cidades próximas.

    Tema:
    Mundo enfrentando pandemia no fim de maio (69)

    Mais:

    Analista: economia brasileira não tem como se beneficiar de crise da COVID-19
    Diretor do SIPRI prevê que crise da COVID-19 propicie aumento de conflitos militares e terrorismo
    ONU alerta para crise global de saúde mental em meio à pandemia de COVID-19
    Instabilidade e falta de liderança podem agravar crise no Brasil, diz economista
    Crise econômica e coronavírus devem acelerar revisão de concessões de aeroportos, diz analista
    Tags:
    COVID-19, Crise, fábrica, Nissan
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar