06:26 14 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    Avanço da pandemia de COVID-19 em meados de maio (112)
    0 10
    Nos siga no

    A Alemanha espera perder quase 100 bilhões de euros (R$ 638 bilhões) em impostos neste ano por conta da pandemia da COVID-19, apontam estimativas publicadas nesta quinta-feira (14) pelo Ministério das Finanças.

    "Em comparação com a estimativa de impostos de outubro de 2019, a entrada de impostos para 2020 terá 98,6 bilhões de euros (R$ 629 bilhões) a menos do que o esperado", informa um documento do ministério citado pela AFP. 

    Também por conta da crise econômica desencadeada pelo surto do novo coronavírus, o país mais rico da Europa espera impactos em suas receitas fiscais até 2024. No ano que vem, as perdas devem totalizar 52,7 bilhões de euros (R$ 336,5 bilhões).

    "Essa é apenas uma estimativa de momento, o curso futuro da pandemia ainda não pode ser previsto", alertou o ministro das Finanças, Olaf Scholz, também citado pela Agence France-Presse.

    ​Embora menos afetada do que outros países do continente, a Alemanha já entrou em recessão e estima que sua economia deverá encolher 6,3% em 2020, o que significará a maior contração desde 1949.

    Tema:
    Avanço da pandemia de COVID-19 em meados de maio (112)

    Mais:

    Resposta de Bolsonaro à pandemia favorece os 'muito ricos', diz economista
    Ministério da Economia: auxílio emergencial não pode ser permanente
    Coronavírus: prêmio Nobel de Economia recomenda novo Plano Marshall
    Tags:
    pandemia, surto, doença, novo coronavírus, COVID-19, crise, impostos, recessão, economia, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar