01:19 29 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Economia
    URL curta
    Situação em torno da pandemia de COVID-19 no fim de abril (140)
    10592
    Nos siga no

    O preço de referência do petróleo dos EUA registrou o nível mais baixo de sua história nessa segunda-feira (20), cotado a menos de US$ 2 o barril. O preço referência para o barril de maio, no mercado futuro, é negativo.

    A queda nos preços desafia o acordo alcançando na semana passada pela OPEP+ para reduzir a produção em quase 10 milhões de barris por dia a partir de maio, informa a agência de notícias AFP. O corte na oferta é uma tentativa de aumentar o preço da commodity. 

    Parte dos membros da OPEP+ já concordou com a formação de um comitê de monitoramento no início de maio, informou uma fonte com conhecimento do assunto à Sputnik.

    O queda radical no preço também indica o impacto da pandemia de COVID-19 na economia global, que força medidas de distanciamento social e quarentena. Com muitas pessoas dentro de casa, a demanda pelo petróleo caiu. 

    As empresas de energia com ações na bolsa dos Estados Unidos operam em queda. A Chevron cai 1,8% e a ExxonMobil, 3,2%.

    Tema:
    Situação em torno da pandemia de COVID-19 no fim de abril (140)

    Mais:

    Terapia intensiva para petróleo mundial
    Crise do petróleo: estados brasileiros têm que criar outras receitas, diz analista
    Armas e petróleo: Trump revela detalhes do que discutiu com Putin ao telefone
    Por que não sobem preços do petróleo após acordo da OPEP+? Especialistas respondem
    Preço do petróleo WTI americano cai para US$ 11 e atinge mínimo desde 1998 devido à pandemia
    Tags:
    eua, petróleo, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar