15:55 07 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Ilustração mostra figuras de brinquedo, representando homens 'minerando' Bitcoins, com uma bandeira chinesa ao fundo

    Bitcoin em queda livre: criptomoeda tem pior cotação em 6 meses após nova ofensiva da China

    © REUTERS / Dado Ruvic
    Economia
    URL curta
    1100
    Nos siga no

    A criptomoeda mais popular do mercado despencou para menor nível em seis meses, após nova ofensiva lançada pelo Banco Central chinês, que alertou investidores dos riscos de comprar e comercializar bitcoins.

    O preço da principal criptomoeda do mundo, o bitcoin, caiu 9%, atingindo US$ 6.929, sendo essa a pior cotação desde maio deste ano.

    A filial de Xangai do Banco Central chinês lançou nova ofensiva contra a moeda, dizendo que irá investigar os casos "cada vez mais frequentes" de transações ilegais envolvendo as moedas virtuais, reportou a Reuters.

    O Banco Central também alertou investidores, para que não confundissem a criptomoeda com a tecnologia blockchain.

    O Banco Central da China se prepara para lançar a sua própria moeda virtual. No mês passado, o presidente Xi Jinping disse que a segunda economia do mundo deve acelerar o desenvolvimento da tecnologia blockchain.

    Após as declarações, o preço do bitcoin subiu 40% em somente dois dias. Aparentemente, investidores acreditaram que, com o apoio ao blockchain e planos para lançar uma moeda própria, a China eventualmente acolheria o uso do bitcoin em sua economia. 

    Presidente da China, Xi Jinping, durante 11ª Cúpula de Chefes de Estado do BRICS, em Brasília, em 14 de novembro de 2019
    © REUTERS / Pavel Golovkin
    Presidente da China, Xi Jinping, durante 11ª Cúpula de Chefes de Estado do BRICS, em Brasília, em 14 de novembro de 2019

    Mas, desde o mês de outubro, o preço do bitcoin caiu quase um terço.

    Jamie Farquhar, gerente de portfólio da investidora especializada em criptomoedas NKB Group, comentou as declarações do Banco Central chinês.

    "É a constatação de que o otimismo em relação aos anúncios de Xi sobre blockchain era exagerado", disse Farquhar.

    Para ele, não deve haver mais dúvidas sobre a postura da China em relação à criptomoeda: por enquanto, a adoção do blockchain não significa a aceitação do bitcoin.

    Mais:

    Criptorublo: Rússia estaria disposta a criar sua própria moeda digital?
    Xi Jinping: blockchain pode 'mudar estrutura econômica mundial'
    Moeda digital chinesa irá desencadear corrida tecnológica, diz Banco Central da China
    Tags:
    Banco Central da China, cotação, preço, criptomoeda, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar