19:15 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Plataforma de extração de petróleo da estatal Petrobras perto do litoral do estado de Espírito Santo, Brasil, dezembro de 2015 (foto de arquivo)

    Como a British Petroleum perdeu tanto dinheiro no Brasil?

    © AFP 2019 / VITORIA VELEZ
    Economia
    URL curta
    6233
    Nos siga no

    Depois de anos de investimentos no Brasil, a experiência da petroleira British Petroleum evidenciou dúvidas e frustrações com o pré-sal brasileiro.

    O Brasil é sem dúvida um dos países prediletos para a exploração de petróleo em bacias marinhas. Em janeiro de 2017, o país abrigava 198 plataformas de petróleo, das quais 82% estavam ativas.

    Em busca de novos pontos de exploração, a companhia britânica British Petroleum decidiu investir milhões de dólares na busca de petróleo rentável no bloco de Peroba, localizado no pré-sal da Bacia de Santos.

    Logo na perfuração do primeiro poço, o que pode ter custado aproximadamente US$ 150 milhões (cerca de R$ 620 milhões), as esperanças não se justificaram. Segundo a Agência Nacional de Petróleo (ANP), foram encontrados somente dióxido de carbono e gás natural.

    Embora o gás natural seja um dos combustíveis mais cobiçados do mundo, sua exploração a partir de grandes profundidades daria um lucro mínimo. Sendo assim, enquanto em Peroba não se achar petróleo, o campo não deverá gerar riquezas.

    "O pré-sal é bom, mas não é um mar de petróleo, e existem ainda riscos", disse Marcelo de Assim, presidente da divisão para a América Latina da consultoria Wood Mackenzie Ltd. à Bloomberg.

    O especialista adicionou que "todo o trabalho está focado no petróleo".

    Apesar da pouca informação publicada sobre o bloco de Peroba, é sabido que as pesquisas continuam na região.

    Esforços em vão?

    Enquanto as rivais Royal Dutch Shell Plc e a Equinor ASA fazem lucro com a exploração de petróleo no Brasil, a BP não obteve sucesso na busca de petróleo na Bacia Amazônica, ainda nos anos 2000.

    Em 2011, a empresa comprou por US$ 3,2 bilhões (cerca de R$ 13,3 bilhões) ativos da Devon Energy Corp. Com o negócio, a BP lucrou somente US$ 135 milhões (cerca de R$ 560 milhões) em 2013. Além disso, nenhum dos ativos comprados deu alguma produção para a BP.

    Tudo perdido?

    Apesar das decepções, a British Petroleum ainda tem muitas chances no Brasil. Em julho passado, a ANP aprovou o plano de exploração da empresa no bloco de Pau Brasil, na Bacia de Campos.

    Além disso, a empresa conta com um total de 25 blocos, operando já em seis. No entanto, os investimentos devem ser feitos com muita calma.

    Tags:
    petróleo, ANP, British Petroleum, Bacia de Campos, pré-sal
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar