17:29 11 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Governo espera arrecadar R$ 106,5 bilhões com leilão

    Congresso Nacional promulga PEC que trata de leilão de novos campos petrolíferos

    © AFP 2019 / VANDERLEI ALMEIDA
    Brasil
    URL curta
    332
    Nos siga no

    O Congresso Nacional promulgou, nesta quinta-feira (26), uma Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que autoriza o governo a realizar o megaleilão do pré-sal marcado para o dia 6 de novembro.

    A chamada PEC da cessão onerosa foi promulgada após um acordo entre o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e o ministro da Economia, Paulo Guedes, para agilizar os trâmites. Em teoria, como a proposta sofreu modificações no Senado, ela deveria retornar à Câmara, o que poderia atrapalhar o calendário. A opção encontrada foi dividir a PEC e promulgar hoje a parte que libera a realização do leilão

    ​Esse megaleilão trata do combustível excedente que a Petrobras recebeu em 2010, quando a estatal ganhou o direito de explorar uma área de 5 bilhões de barris — em troca do repasse de ações da empresa para a União — que, descobriu-se depois, na verdade, poderia comportar três vezes mais petróleo. A expectativa do governo é a de arrecadar R$ 106,5 bilhões com a transação.

    Com o fatiamento da PEC, segue em tramitação na Câmara dos Deputados a parte do texto que trata da divisão dos recursos com estados e municípios, onde não houve consenso.

    Mais:

    Petrobras promete injetar US$ 54 bi no Rio nos próximos 5 anos
    Venda de 8 refinarias da Petrobras atrai empresas chinesas e sauditas, diz agência
    Petrobras aumenta preço do diesel e da gasolina
    Grande beneficiário de leilões da Petrobras é o capital estrangeiro, diz ex-presidente da ANP
    Petrobras decide segurar preço dos combustíveis mesmo com disparada no preço do petróleo
    Tags:
    Paulo Guedes, Rodrigo Maia, Davi Alcolumbre, Petrobras, pré-sal, megaleilão, leilão, Câmara dos Deputados, Senado, Brasília, Congresso Nacional, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar