23:33 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Yuan e dólar (imagem referecial)

    Guerra comercial se agrava: China impõe tarifas a produtos dos EUA valendo US$ 60 bilhões

    © REUTERS / Jason Lee
    Economia
    URL curta
    10131
    Nos siga no

    A partir de 1º de junho serão aumentadas as tarifas chinesas sobre uma série de produtos estadunidenses no valor de 60 bilhões de dólares (R$ 240 bilhões), informou o Ministério das Finanças da China.

    "Desde 1º de junho serão aumentadas as tarifas sobre importações de bens americanos no valor de 60 bilhões de dólares", lê-se no comunicado do ministério.

    Segundo a entidade, serão introduzidas tarifas sobre a importação de 25, 20 e 10% sobre diferentes grupos de produtos dos EUA. No total, 5.410 produtos americanos serão afetados pelas novas tarifas chinesas.

    Hoje, mais cedo, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang, declarou que o país "nunca cederá à pressão externa".

    Essa medida foi tomada em resposta à decisão do presidente dos EUA Donald Trump de aumentar desde 10 de maio as tarifas de 10% para 25% sobre cerca de 200 bilhões de dólares (R$ 800 bilhões) em importações chinesas.

    Além disso, o representante do Comércio dos EUA, Robert Lighthizer, revelou que Trump ordenou que as tarifas sejam cobradas sobre todas as importações remanescentes da China, que somam cerca de 300 bilhões de dólares (R$ 1,2 trilhão).

    É de assinalar que, em meados de abril, a mídia informou que os EUA e a China planejavam realizar uma nova rodada de negociações e esperavam fechar um acordo comercial final no fim de maio ou no início de junho.

    Pequim e Washington se envolveram em uma disputa comercial desde março de 2018, quando o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou que os EUA imporiam tarifas de 25% sobre uma série de produtos chineses em uma tentativa de reduzir o déficit comercial entre EUA e China. Desde então, os dois países adotaram uma série de tarifas protecionistas.

    Mais:

    Guerra comercial entre EUA e China pode estar chegando ao fim
    Trump alerta China para não esperar até 2020 para acertar acordo comercial com os EUA
    Trump não descarta fechar acordo comercial com Japão durante visita oficial
    Tags:
    yuan, dólar, China, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar