22:28 23 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Nota de 100 dólares em chamas

    Índia e Irã dão passo decisivo para pôr fim à hegemonia do dólar

    CC0 / Pixabay
    Economia
    URL curta
    13250

    Nova Deli e Teerã selaram um acordo para usar rupia indiana nos pagamentos por petróleo iraniano importado pela Índia. O banco estatal indiano UCO Bank vai anunciar o novo mecanismo de pagamento nos próximos dez dias, revelou a agência Reuters.

    A Índia vai pagar por petróleo iraniano transferindo rúpias para a conta da petrolífera nacional do Irã no banco indiano UCO Bank. Uma metade desses fundos seria usada por Teerã para pagar importações dos bens indianos. 

    "Um acordo foi assinado pelos governos indiano e iraniano em 2 de novembro de 2018, para pagamentos por petróleo em rúpias e 50% desses fundos foram destinados às exportações", informou um documento do governo indiano.

    Além disso, as empresas de navegação russas e chinesas já estão se preparando para facilitar o comércio entre a Índia e o Irã, revelou uma fonte da agência

    Depois que o presidente dos EUA, Donald Trump, abandonou o acordo nuclear com o Irã e reaplicou sanções econômicas, ele avisou que quaisquer países ou empresas que realizem transações com Teerã podem ser afetados por sanções secundárias.

    A Índia, sendo o segundo maior comprador de petróleo iraniano, obteve uma isenção das sanções de Washington, uma vez que concordou em cortar suas importações. Tendo uma isenção de 180 dias, as empresas da Índia podem importar um máximo de 300 mil barris por dia de petróleo bruto.

    O país reduziu compras mensais para 1,25 milhão de toneladas. A Índia importou 22,6 milhões de toneladas de petróleo bruto iraniano em 2017-2018.

    Sob as sanções dos EUA, a Índia pode exportar produtos agrícolas, alimentos, medicamentos e equipamentos médicos ao Irã, mas é proibida de vender petróleo e produtos petroquímicos, automóveis, aço, metais preciosos e grafite.

    Mais:

    'Dólar se tornou arma para Estados Unidos', diz vice-chanceler iraniano
    Tags:
    relações bilaterais, sanções, comércio bilateral, dólar, Irã, Índia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar