20:19 23 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Bitcoin

    'Regra número um: nunca diga a ninguém quantos bitcoins você tem'

    © flickr.com/ Antana
    Economia
    URL curta
    5499161

    Especialistas em bitcoins falaram com a Sputnik China sobre as perspectivas futuras das criptomoedas e da tecnologia blockchain e advertiram sobre as ameaças que a ICO pode trazer.

    O mercado de oferta inicial de moedas (ICO, em inglês) pode levar à lavagem de dinheiro e financiamento do terrorismo, devendo ser proibido. Entretanto, o próprio bitcoin pode trazer grandes vantagens e oportunidades ao mundo.

    "Regra número um: nunca diga a ninguém quantos bitcoins você tem. Regra número dois: nunca invista mais do que você acha que pode perder", disse o especialista em criptomoedas Brendan Gibson.  

    Gibson mudou-se dos EUA para a China há seis anos. A mineração de bitcoins é a sua importante fonte de rendimento. Ele começou a minerar bitcoins em 2014 e, desde então, ele não pode imaginar a sua vida sem o bitcoin.

    "Fracassos? O bitcoin está em alta durante muitos anos. Em minha opinião é um sucesso. Hoje em dia é mais valioso do que o ouro. Não acho que essa moeda venha a ser proibida. Cada vez mais países legalizam o bitcoin e isso significa que serão adotadas leis para regular essa moeda", declarou Gibson.

    Nessa quinta-feira (12) o preço do bitcoin atingiu um recorde histórico, superando a marca de 5 mil dólares (R$ 15.900). A moeda digital estava sendo vendida por 5.174 dólares (R$ 16.400). Depois de o Banco Central da China ter anunciado a proibição das operações de oferta inicial de bitcoins, o preço da criptomoeda mais usada no mundo caiu. Entretanto, hoje a China responde por 80% de mineração total de bitcoins. A China é o maior produtor de equipamento de mineração no mundo.

    O problema mais importante ligado ao uso do bitcoin é que é um sistema inseguro e tem grandes riscos financeiros. Recentemente, o presidente russo Vladimir Putin declarou, durante a reunião dedicada às criptomoedas, que o uso do bitcoin pode levar à lavagem de dinheiro, evasão fiscal e financiamento do terrorismo.

    Segundo os especialistas, os riscos financeiros da ICO são muito altos, mas ele não deve ser confundido com o mercado do bitcoin.

    "Os riscos financeiros da ICO são enormes. A minha própria recomendação a todos é ficar longe dela. O seu único objetivo é enriquecer os fundadores desses projetos. A ICO está completamente em desacordo com os objetivos originais do bitcoin […]. A ICO é usada para objetivos especulativos", disse o gerente da startup Wyre, Neil Woodfine, em uma entrevista à Sputnik China.

    Durante os seminários de formação especializados em Pequim, Woodfine organiza encontros com outros especialistas em criptomoedas, onde são discutidas as notícias mais recentes sobre o bitcoin.

    "Como controlar o bitcoin? É impossível. Ele não pode ser controlado. Não se trata de poder ou não [controlar]", disse Woodfine.

    Em 2015 as instituições financeiras e a mídia começaram discutindo a tecnologia blockchain (também conhecida como "protocolo de confiança", visa a descentralização como medida de segurança). Ela foi considerada como uma tecnologia revolucionária que pode ser usada como plataforma para outras criptomoedas. Entretanto, Woodfine tem outra opinião.

    "O blockchain é inútil sozinho. A ideia de blockchain sem o bitcoin está sendo abandonada apesar de ter sido promovida pelos bancos. Hoje está se formando a ideia de que vamos viver em um mundo multicripto ou multitoken. Mas essa ideia também está destinada a falhar porque frequentemente os projetos são posicionados como solução para problemas que não existem", acrescentou Woodfine.

    Segundo ele, existe apenas a "indústria de bitcoin", os outros projetos são apenas uma paródia. 

    "De qualquer maneira todo esse sistema é ainda um experimento, mas um experimento que parece ser bem-sucedido. Se realmente tiver sucesso, ele trará grandes mudanças para todo o mundo", concluiu Woodfine. 

    Mais:

    Bitcoin: moedinha foi dividida em 2, mas pode valer um bolão
    Cuidado, Bitcoin: Rússia desenvolve moeda virtual
    Tags:
    criptomoeda, bitcoin, finanças, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik