00:01 06 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Soldado na praça Tiananmen, a terceira maior praça no mundo

    EUA: 'China é uma ameaça sem precedentes para comércio global'

    © Sputnik / Artur Aleksandrov
    Economia
    URL curta
    13712
    Nos siga no

    O modelo econômico da China é um problema sem precedentes para o sistema de comércio global que não pode ser resolvido nas condições atuais, afirmou o representante comercial dos EUA, Robert Lighthizer, durante o seu discurso no Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais (CSIS na sigla em inglês) em Washington.

    Enquanto o México, EUA e Canadá estão se preparando para a terceira rodada de negociações com o objetivo de assinar a versão revisada do Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (NAFTA), Lighthizer declarou que o "desafio econômico" que a China representa é "substancialmente mais difícil" que todos os que o seu país enfrentou antes.

    Para o especialista, "a enorme escala do esforço coordenado" que o gigante asiático está realizando para "desenvolver sua economia, subsidiar, criar corporações que promovam seus interesses nacionais, forçar o intercâmbio tecnológico e distorcer os mercados" representa um perigo desconhecido para o comércio mundial.

    Logo da  9.ª Cúpula dos BRICS, que acontece nos dias 3, 4 e 5 de setembro em Xiamen, na China
    © Sputnik / Zhanna Manukyan
    Robert Lighthizer lembrou que nem a Organização Mundial do Comércio (OMC) nem as regras de arbitragem do comércio internacional existentes foram concebidas para lidar com as políticas econômicas que a China atualmente está realizando.

    O assessor estratégico do presidente norte-americano Donald Trump, Steve Bannon, disse que, se Washington perder a guerra comercial com Pequim, os EUA nunca poderão se recuperar.

    "Estamos em guerra econômica com a China" e "um dos dois será hegemônico em 25 ou 30 anos, e serão eles se formos por este caminho", disse Bannon.

    Mais:

    Coreia do Norte promete 'a maior dor' aos EUA após sanções; Trump 'ameaça' China
    Possibilidades ilimitadas: China cria motor que viola as leis da física
    Tags:
    guerra comercial, Steve Bannon, Robert Lighthizer, EUA, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar