15:54 12 Dezembro 2017
Ouvir Rádio
    Barras de ouro

    Por que compra Rússia mais ouro que todos os outros países juntos?

    © AFP 2017/ Paul J. Richards
    Economia
    URL curta
    20360

    O Banco Central da Rússia adquiriu uma quantidade recorde de ouro em 2016 e planeja acelerar as aquisições, preservando sua posição de líder mundial no que se refere ao crescimento das reservas de ouro. Os economistas russos explicaram o que está por trás desse processo.

    De acordo com o relatório analítico Thomson Reuters GFMS "Gold Survey 2017", o Banco Central russo adquiriu 201 toneladas de ouro em 2016, o que foi mais que qualquer outro banco central do mundo. A Rússia fez suas compras durante os primeiros 11 meses do ano, em outubro e novembro as aquisições foram as maiores, 36 toneladas por mês, dado seu preço reduzido.

    Os especialistas esperam que a Rússia continue comprando uma grande quantidade de ouro em 2017, estimando-a em 200 toneladas, enquanto a aquisição de todos os outros bancos centrais juntos será de 250 toneladas, segundo as previsões.

    Em 1 de março de 2017, a Rússia possuía 1.654,7 toneladas em reservas de ouro, o que a coloca em 6º lugar entre as maiores reservas, atrás dos EUA, Alemanha, Itália, França e China.

    O Banco está fazendo a coisa certa, disse o economista Valentin Katasonov, professor da Faculdade de Finanças Internacionais do Instituto Estatal de Relações Exteriores de Moscou, ao jornal online russo Svobodnaya Pressa.

    "O Banco está fazendo a coisa certa. Os especialistas sabem que o preço atual do metal precioso está subvalorizado, e significativamente. Assim, os investidores que visam resultados a longo prazo estão investindo em ouro", disse Katasonov.

    O especialista também destacou que a decisão do Banco Central apoia a indústria nacional de mineração de ouro, que entre 1990 e 2000 esteve em uma situação difícil, dado que a maior parte da produção ia para o exterior.

    O economista frisou que a introdução de uma moeda russa baseada no ouro seria ainda melhor, embora atualmente não haja países em que o dinheiro de papel possa ser trocado pelo metal precioso.

    "Existe mais um objetivo importante para o ouro – ele serve como reserva estratégica. De fato, é uma moeda 'de emergência' que pode ser usada em caso de colapso das chamadas moedas de reserva, incluindo dólar, ou caso o sistema financeiro global se divida em vários blocos monetários – para possibilitar o comércio entre os blocos", disse Katasonov.

    O professor lembrou que tal colapso já ocorreu nos anos 30, quando o sistema financeiro se dividiu em blocos. O ouro serviu como forma universal de pagamento, o que o tornou muito valioso.

    Dólares norte-americanos
    © Sputnik/ Mikhail Kutuzov
    Por sua vez, Nikita Maslennikov, especialista do Instituto do Desenvolvimento Contemporâneo, destacou que o ouro é uma aquisição certa para assegurar a posição internacional do país:

    "As agências de classificação de risco, por exemplo, consideram a dimensão das reservas de ouro. Mais do que isso, para os grandes jogadores o aumento do valor do ouro nas reservas do país serve como um indicador que as autoridades econômicas do país são confiáveis. De fato, esse mesmo indicador estimula o desenvolvimento das relações comerciais".

    Mais:

    Descoberta a maior mina de ouro da história da China
    Criminosos conseguem roubar moeda de ouro de 100 quilos de museu em Berlim
    Por que Rússia provavelmente não aderirá ao embargo de carnes brasileiras
    Tags:
    reservas de ouro, ouro, Banco Central da Rússia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik