23:02 24 Junho 2018
Ouvir Rádio
    Notas e moedas de libras esterlinas e euros

    Bilionário americano diz que dólar será desafiado no futuro

    © flickr.com / Nic McPhee/ CC BY-SA 2.0
    Economia
    URL curta
    25261

    O yuan chinês é atualmente a única divisa que pode desafiar o dólar norte-americano e se tornar moeda mundial de reserva no futuro, diz o conhecido investidor Jim Rogers.

    O conjunto de moedas de reserva utilizadas pelo Fundo Monetário Internacional (o dólar americano, o euro, a libra esterlina e o iene japonês) será em breve completado pelo yuan chinês, também conhecido como 'renminbi'. É a quinta moeda mais utilizada em transações internacionais.

    "O yuan é agora uma das moedas mais importantes do mundo. É a quinta mais utilizada. Lembre-se que, 15 anos atrás, ninguém sabia que havia uma moeda chinesa. Ela tem subido muitíssimo e vai ser ainda mais importante no futuro", disse Jim Rogers ao canal televisivo RT.

    O Fundo Monetário Internacional adotou a decisão de incluir o yuan nos direitos especiais de saque em novembro passado. A decisão entrou em vigor em 1 de outubro de 2016. A quota-parte do yuan é de 10,92%,  superior ao da libra esterlina (8,09%) e do iene (8,33%). O primeiro lugar continua sendo ocupado pelo

    dólar (41,73%), e o segundo pelo  euro (30, 93%).

    Entretanto, o próprio fato de o renminbi estar na cesta do FMI não tem assim tanta importância. O mais importante são os fluxos comerciais.

    O yuan é a única divisa que pode desafiar o status do dólar como moeda de reserva global, frisa o empresário. A alteração do líder no mercado financeiro não vai acontecer em breve, mas o yuan "está se aproximando e muito rápido".

    "O dólar americano não é uma moeda perfeita; o renminbi tem seus problemas, o principal agora é que você não pode comprar e vender. É uma moeda bloqueada. Mas, eventualmente, isso vai mudar e provavelmente vai desafiar o dólar norte-americano", concluiu Jim Rogers.

    Mais:

    FMI constata recuperação da economia de Brasil e Rússia
    Títulos dos BRICS: primeiro em iuanes e depois…
    Tags:
    yuan, FMI, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik