11:05 17 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    A sala de exposições da Universidade Federal de Extremo Oriente, onde será realizado o Fórum Econômico do Leste

    O que mostra que os negócios japoneses chegaram ao Extremo Oriente Russo?

    © Sputnik / Vitaliy Ankov
    Economia
    URL curta
    131

    Embora os negócios japoneses não estejam dependente da política, as ligações nipônico-russas apenas se dinamizaram após o encontro do presidente Vladimir Putin com o premiê Shinzo Abe em Sochi no mês de maio.

    Segundo o ministro para o Desenvolvimento do Extremo Oriente Russo, Aleksandr Galushka, que se pronunciou na véspera do Fórum Econômico do Oriente, a chegada do primeiro-ministro japonês e da presidenta sul-coreana vai influir muito sobre os negócios no Extremo Oriente.

    "Para nós é muito importante que a delegação japonesa, chefiada pelo primeiro-ministro Shinzo Abe participará do II Fórum Econômico do Oriente, tal como a delegação da Coreia do Sul liderada pela presidenta Park Geun-hye. A posição da Rússia é a disposição para a cooperação. Esperamos que no âmbito do Fórum as relações entre a Rússia e Japão recebam um novo impulso."

    Aleksandr Galushka frisou que a criação do cargo de ministro para o Desenvolvimento das Ligações Econômicas com a Rússia é avaliada na Rússia como um desejo do governo japonês de intensificar os negócios bilaterais.

    O ministro apontou mais um fator que contribuiu para o processo – a mudança no trabalho da principal instituição financeira do Japão, o Banco Japonês para Cooperação Internacional que "desde julho deste ano pode tomar 100% da responsabilidade ao financiar projetos no estrangeiro" e já tem seu primeiro projeto no Extremo Oriente Russo. 

    Ao mesmo tempo, segundo Galushka, a Rússia criou condições ideais para atrair investimentos: uma infraestrutura preparada, procedimentos administrativos facilitados, privilégios tributários, ajuda no financiamento dos projetos, concessão de recursos laborais e assistência à exportação da produção.

    Mais:

    Banco do BRICS considera que economia russa é estável e tem potencial
    Japão considera comprar parte de estatal petrolífera russa
    Bloomberg: Abe quebrou o ‘isolamento’ da Rússia
    Tags:
    Vladimir Putin, Shinzo Abe, Japão, Rússia, Extremo Oriente
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik