02:25 23 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    357
    Nos siga no

    Taiwan propôs nesta quinta-feira (16) gerar despesas adicionais de US$ 8,69 bilhões (R$ 46 bilhões) nos próximos cinco anos, incluindo orçamento para compra de novos mísseis, no esforço para renovação de armas perante "ameaças pesadas" da China.

    O dinheiro extra que será adicionado, além dos gastos militares previstos de 471.7 bilhões de dólares taiwaneses (R$ 90 bilhões) para o ano de 2022, deve ser aprovado pelo Parlamento. Taiwan explica as despesas adicionais como resposta aos investimentos chineses em Defesa.

    "Os chineses continuam investindo fortemente em orçamentos de Defesa nacional. Sua força militar cresceu rapidamente e frequentemente envia aeronaves e navios para invadir e assediar nossos mares e espaço aéreo", disse o Ministério da Defesa de Taiwan, citado pela Reuters.

    "Perante as ameaças pesadas do inimigo, os militares nacionais estão ativamente envolvidos no trabalho de construção militar e preparação, e é urgente obter armas e equipamentos de produção em massa maduros e rápidos em um curto período do tempo", adicionou.

    O vice-ministro da Defesa taiwanês, Wang Shin-lung, informou aos jornalistas que todas armas novas serão fabricadas em Taiwan para impulsionar as capacidades de produção do país. No entanto, os Estados Unidos provavelmente continuarão sendo um fornecedor importante de peças e tecnologias.

    "Somente se garantirmos nossa segurança e mostrarmos nossa determinação a comunidade internacional pensará bem de nós", disse o porta-voz do gabinete taiwanês, Lo Ping-cheng. "Os outros só nos ajudarão se nós ajudarmos a nós mesmos", completou.

    Taiwan pretende comprar mísseis de cruzeiro e navios de guerra com o dinheiro estra para Defesa.

    Mais:

    Sistema S-500 entra em serviço do Exército da Rússia e pode ser exportado para Índia
    Biden fracassa em assegurar cúpula com Xi Jinping, indica Financial Times
    Rússia está na frente dos países ocidentais na criação de armas hipersônicas, afirma ministro
    'Assassino de porta-aviões': Taiwan lança corveta furtiva de mísseis para se proteger de inimigos
    Tags:
    Taiwan, China, defesa, mísseis, navios, orçamento, despesas, dinheiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar