04:24 01 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    1242
    Nos siga no

    Centro Nacional de Gerenciamento de Defesa da Rússia informou nesta quinta-feira (15) que quatro aviões de guerra russos foram acionados para escoltar três bombardeiros estratégicos B-52H dos EUA detectados perto da fronteira russa.

    De acordo com a Defesa da Rússia, os dispositivos de controle aéreo detectaram três alvos aéreos se aproximando do espaço aéreo do país sobre as águas neutras do mar de Bering.

    "Para identificar alvos aéreos e impedir a violação da fronteira russa foram acionados dois pares de caças MiG-31 e Su-35 das unidades em serviço das forças de defesa antiaérea do Distrito Militar Oriental", lê-se em comunicado do centro russo.
    Treinamento de combate aéreo multimodo por tripulações de novos caças Su-35S do Distrito Militar Ocidental
    Treinamento de combate aéreo multimodo por tripulações de novos caças Su-35S do Distrito Militar Ocidental

    Segundo a entidade, os caças russos identificaram os alvos aéreos como sendo bombardeiros estratégicos B-52H do Comando de Ataque Global da Força Aérea dos EUA e escoltaram-nos sobre o mar de Bering. Acrescenta-se que não houve violação da fronteira russa e o voo dos caças foi realizado em estrita conformidade com as regras internacionais.

    Nos últimos anos, a Rússia tem relatado em várias ocasiões sobre a crescente atividade de aeronaves da OTAN perto das suas fronteiras, alertando que tais ações da Aliança Atlântica perto do território russo podem resultar em incidentes.

    Mais:

    Caça Su-30 de origem russa ilumina céu de Caracas no Dia da Independência da Venezuela (VÍDEOS)
    Submarino russo vigiou grupo de ataque de porta-aviões da Marinha Real britânica, diz mídia
    Caça russo Su-27 escolta avião espião francês sobre o mar Báltico
    Tags:
    EUA, MiG-31, fronteiras russas, B-52H, bombardeiro estratégico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar