21:58 01 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    6442
    Nos siga no

    Aleksandr Zakharov, engenheiro-chefe da empresa ZALA AERO que faz parte do consórcio Kalashnikov, declarou que construtores israelenses começaram a plagiar as tecnologias russas de desenvolvimento de drones.

    "Não, não, não! Esta é uma pergunta errada. Portanto, eu vou lhe dizer mais. Atualmente, eu considero que não só não estamos atrasados, mas já existem tendências de que até mesmo Israel está plagiando algumas coisas de nós. Entende?", comentou Zakharov em entrevista ao canal Rossiya-1 ao ser questionado sobre as tecnologias de desenvolvimento de drones.

    Além disso, o canal russo mostrou um vídeo de drones kamikazes Lancet-3 destruindo um jipe que estava transportando jihadistas e um ninho de metralhadora.

    Anteriormente uma fonte do complexo militar-industrial da Rússia informou à Sputnik que desde o ano passado as unidades especiais russas têm usado dezenas de drones kamikazes para eliminar terroristas na Síria.

    Drone russo Grom
    © Sputnik / Grigory Sysoev
    Drone russo Grom

    O peso máximo de decolagem do drone corresponde a 12 quilos, e o peso da carga explosiva – a três quilos.

    O Lancet possui uma velocidade de até 110 km/h, porém, ao entrar em mergulho contra um alvo de superfície ou aéreo é capaz de atingir até 300 km/h. A distância máxima de controle da munição é de 40 quilômetros.

    A Rússia enviou tropas à Síria em 2015 a pedido do presidente sírio Bashar Assad, cujo governo teve de entrar em confronto com organizações terroristas.

    Mais:

    'Mais complexo que um caça': piloto revela como operar drone de ataque russo Okhotnik
    Rússia trabalha no desenvolvimento de drone especial para combater submarinos
    Rússia está desenvolvendo sistema único de armamento para drones atuais e futuros
    Tags:
    Síria, Kalashnikov, kamikaze, Rússia, tecnologia militar, drones
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar