01:40 12 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    10300
    Nos siga no

    A Turquia não tem sentido nenhum impacto das restrições norte-americanas contra o setor de defensa pela compra de equipamentos de defesa antiaérea russos, de acordo com chefe da Presidência de Indústrias de Defesa, Ismail Demir.

    "Nós não notamos qualquer tipo de impacto direto [das sanções]. Nós vamos ver como o CAATSA [Ato Contra Adversários da América Através de Sanções] vai funcionar, mas neste momento não há consequências claras", esclareceu o responsável oficial em entrevista ao canal turco NTV nesta quarta-feira (3).

    "Se [os norte-americanos] acham que vão desencorajar-nos de tomar quaisquer decisões nacionais, eles acham erradamente", adicionou ele, referindo-se à pressão via sanções.

    Demir também confirmou que Ancara está negociando a compra de outro lote de sistemas S-400 da Rússia, apesar das ameaças de sanções norte-americanas. "A linguagem de sanções não afetará a decisão da Turquia", ressaltou a autoridade.

    Em janeiro, um funcionário do órgão federal de vigilância técnico-militar da Rússia confirmou que as conversações sobre a venda de um segundo lote de S-400 para a Turquia tinham entrado em um estágio avançado. No entanto, ainda não é certo se Moscou aceitará pedidos turcos para produção conjunta e transferência de tecnologia de sistemas de defesa antiaérea avançados, levando em consideração o status do país como membro da OTAN.

    Sistemas antiaéreos russos S-400 em desfile no Dia da Vitória
    © Sputnik / Ilia Pitalev
    Sistemas antiaéreos russos S-400 em desfile no Dia da Vitória

    Washington impôs sanções à Presidência de Indústrias de Defesa, que é uma instituição civil estabelecida pelo governo turco a fim de gerir a indústria de defesa da Turquia e o fornecimento de tecnologia militar, bem como a Demir e mais três cidadão turcos, em dezembro de 2020. Ancara qualificou estas sanções como "ataque aberto" à soberania da Turquia e ameaçou retaliar.

    A administração Biden, no entanto, não mudou a política de Trump quanto aos S-400 turcos, mantendo em vigor as sanções e ressaltando que não retomaria as transferências de F-35 para Ancara, a menos que ela mesma desista da ideia dos S-400.

    Mais:

    Ancara poderia utilizar sistemas S-400 russos através do 'modelo de Creta', diz ministro turco
    Sistemas russos S-400 são flagrados em engavetamento perto de Moscou (VÍDEO)
    Arábia Saudita está negociando com Rússia compra de sistemas S-400 e caças Su-35
    Tags:
    Rússia, S-400, Lei Contra os Adversários da América (CAATSA), Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar