00:49 24 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 106
    Nos siga no

    Reino Unido marca sua presença no Mediterrâneo enviando formação de navios ao litoral do Chipre para realização de exercício militar em conjunto com militares do país insular e da França.

    Uma força de três navios, centrada na embarcação de transporte anfíbia da Marinha Real britânica HMS Albion, conduziu manobras militares ontem (27) em conjunto com um navio de patrulha cipriota e a fragata francesa Jean Bart próximo do litoral da cidade de Limassol, no Chipre.

    A maior parte do exercício envolveu a simulação de libertação por forças especiais cipriotas e fuzileiros britânicos de um navio sequestrado.

    "Isso é o Reino Unido fazendo sua parte para provar nosso compromisso com a proteção e segurança europeia enquanto trabalha com nossos aliados e parceiros da OTAN", disse à agência AP o vice-comandante da Força de Ataque da Marinha Real, capitão Phil Dennis.

    Ainda segundo os militares britânicos, a ação tem como objetivo fortalecer a cooperação entre seu país e o Chipre na garantia da estabilidade da região do Mediterrâneo oriental, onde desentendimentos entre a Turquia e países europeus têm ocorrido devido a disputas sobre as fronteiras marítimas e a exploração de recursos naturais

    • Navio de guerra francês durante exercício militar conduzido pela França, Reino Unido e Chipre em 27 de outubro de 2020 no Mediterrâneo
      Navio de guerra francês durante exercício militar conduzido pela França, Reino Unido e Chipre em 27 de outubro de 2020 no Mediterrâneo
      © AP Photo / Petros Karadjias
    • Soldados de operações especiais cipriotas durante exercício militar conjunto entre o Reino Unido, França e Chipre no mar Mediterrâneo
      Soldados de operações especiais cipriotas durante exercício militar conjunto entre o Reino Unido, França e Chipre no mar Mediterrâneo
      © AP Photo / Petros Karadjias
    1 / 2
    © AP Photo / Petros Karadjias
    Navio de guerra francês durante exercício militar conduzido pela França, Reino Unido e Chipre em 27 de outubro de 2020 no Mediterrâneo

    A relação entre o Reino Unido e o Chipre na área militar é de longa data. Desde 1960, o país europeu manteve duas bases militares na ilha logo após esta ganhar independência dos britânicos.

    Ainda segundo a mídia, o exercício foi o maior do qual o Reino Unido participou na região há décadas.

    A bordo do destróier HMS Dragon, que também participou do exercício, a tripulação também lidou com tecnologias de defesa novas, incluindo um drone capaz de carregar até 70 kg de suprimentos e munição para tropas na linha de frente.

    Mais:

    Grécia, Egito e Chipre condenam 'ameaça' da Turquia no leste do Mediterrâneo
    Impasse: França chama de 'inaceitável' a proposta pós-Brexit do Reino Unido para a pesca
    Após França convocar embaixador, Erdogan reitera que Macron 'deve ser examinado'
    Tags:
    Grécia, petróleo, gás, Turquia, Mediterrâneo Oriental, exercício militar, Reino Unido, França, Chipre
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar