00:56 24 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 81
    Nos siga no

    As embarcações de superfície da Marinha da França vão ser protegidas de ataques por um novo sistema de armas de curto alcance, afirmou a agência de aquisições da Direção-Geral de Armamento francesa.

    Baseado no armamento de 40 mm de médio calibre, desenvolvido pela empresa CTAI, joint venture da Nextel Systems e BAE Systems, o RAPIDFire foi projetado para responder a novas ameaças, em especial ataques furtivos em enxame, que podem saturar as defesas convencionais. O sistema possui o alcance de quatro quilômetros, revela o portal Defense News.

    A arma, integrada em uma torre autônoma, possui um sistema optrônico de controle de fogo, que pode ser comandado por um operador. As análises de ameaças são compartilhadas com o sistema de gerenciamento de combate da embarcação, permitindo à artilharia validar e ajustar a estratégia proposta. Existem cinco formatos diferentes de munição que podem ser escolhidos automaticamente.

    O sistema superfície-ar e superfície-superfície foi projetado para ser usado em torres de blindados em terra e também em embarcações. Portanto, o RAPIDFire será capaz de ser implantado em veículos terrestres no futuro.

    Embora o programa ainda esteja em desenvolvimento, a agência de aquisições da DGA já realizou testes com a arma e a escolheu para equipar as futuras embarcações da Marinha do país. A primeira entrega está prevista para 2022.

    Mais:

    França autoriza teste de sangue de verme marinho em pacientes com COVID-19
    Marinha da França prefere afundar navios Mistral a vendê-los
    Revelados segredos do sistema Peresvet, a arma laser russa que desafia a física
    Tags:
    arma, navio, embarcação, França, Marinha, Defesa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar