13:54 25 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    9171
    Nos siga no

    A Força Aérea britânica foi acusada de desperdiçar dinheiro com caças "antiquados" F-35 dos EUA, que não podem decolar a partir dos novos porta-aviões britânicos.

    O problema, segundo o jornal The Telegraph, é que a versão F-35A não pode operar a partir dos porta-aviões britânicos da classe Queen Elizabeth.

    Existe a preocupação de que a Força Aérea Real possa optar pelo modelo F-35A por ser mais barato, já que pretende economizar dinheiro antes da revisão do orçamento do Ministério da Defesa britânico, informa a mídia.

    No entanto, especialistas militares consultados pelo jornal britânico consideram esta opção "míope" e "absurda".

    Segundo eles, é preferível comprar a versão F-35B, capaz de decolar e pousar verticalmente a partir de uma pista curta.

    "Se comprarem o F-35, comprem para operar em porta-aviões. Que sentido tem comprar um avião antiquado que não pode ser enviado para nenhum lugar do mundo?", pergunta uma fonte do The Telegraph.

    A Força Aérea britânica, por sua vez, argumenta que os F-35A são mais baratos, pois a aeronave não possui o sistema da Rolls-Royce, que permite aos F-35B decolar verticalmente.

    A disputa ocorre depois de um relatório do Escritório Nacional de Auditoria do país, que advertiu que os novos porta-aviões da Marinha Real poderiam estar "limitados" por falta de uma frota de apoio.

    Um porta-voz do Ministério da Defesa britânico assegurou que "as decisões sobre o número futuro de F-35 e as versões dos caças assegurarão a capacidade adequada às Forças Armadas juntamente com a relação custo-benefício", cita a mídia.

    Mais:

    Sistemas de guerra eletrônica russos conseguem 'desarmar' caças furtivos F-35 dos EUA
    Foi por pouco: caça F-35 da Marinha dos EUA 'vai ao mar' depois de decolagem (VÍDEOS)
    F-35 da Força Aérea dos EUA cai durante voo de treinamento de rotina na Flórida
    Tags:
    F-35, Reino Unido, Força Aérea, avião de assalto, avião de combate, avião de ataque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar