05:07 25 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    9832
    Nos siga no

    Jornal egípcio Sasapost escreveu sobre o advento de uma nova era de domínio russo no mercado de armamento com a chegada dos sistemas de mísseis antiaéreos S-500 Prometei.

    De acordo com a publicação, o sistema de mísseis é capaz de atingir simultaneamente dez mísseis balísticos, mesmo se sua velocidade for entre 18.000 e 25.000 quilômetros por hora.

    Além disso, os Prometei conseguem derrubar mísseis e aeronaves em altitudes de até 200 km.

    Outro ponto forte do sistema de defesa antiaérea, segundo afirmam os autores do artigo, é sua mobilidade e o S-500 poder ser colocado em prontidão de combate em poucos minutos.

    "Outra vantagem do novo sistema russo é que ele pode ser transportado em navios de guerra, o que significa mais liberdade de movimentação, e um alcance maior de utilização como arma de dissuasão no mar sugere que os S-500 podem destruir os mais poderosos destróieres americanos. Estas tremendas capacidades podem ser testadas em apenas quatro segundos", escreve Sasapost.

    "Em outras palavras, o sistema é capaz de detectar uma ameaça, tomar a decisão sobre o tipo de resposta, lançar seus mísseis contra os alvos e destruí-los em apenas quatro segundos", ressalta.

    Complexos S-400 Triumph lançam mísseis durante treinamentos da Força Aeroespacial da Rússia
    © Sputnik / Ruslan Krivobok
    Complexos S-400 Triumph lançam mísseis durante treinamentos da Força Aeroespacial da Rússia

    A edição aponta que o sistema passou por testes exitosos na Síria. Sua implementação na região de Kaliningrado significaria que territórios de muitos países-membros da OTAN ficariam sob seu alcance. Se forem colocados na península da Crimeia, quaisquer forças militares no mar Negro ficariam ameaçadas.

    "Além do horror que o novo sistema incute em outros países, ele [S-500] dará à Rússia uma grande quantidade de dinheiro", escreve edição.

    O artigo aponta que os sistemas de defesa antiaérea russos S-500 custarão cerca de US$ 500 milhões (R$ 2,68 bilhões), enquanto os sistemas norte-americanos de mísseis Patriot são duas vezes mais caros e o preço do sistema THAAD pode chegar mesmo a US$ 3 bilhões (R$ 16 bilhões).

    Mais:

    Forças Armadas da Rússia podem receber avançados sistemas antiaéreos S-500 no próximo ano
    Sistemas S-500 permitirão à Rússia se defender contra ameaças espaciais, diz especialista
    Sistema russo S-500 está 'entre 15 e 20 anos à frente' dos análogos ocidentais, diz jornal alemão
    Tags:
    Síria, navios de guerra, Egito, defesa antiaérea, mísseis balísticos, Rússia, EUA, sistema de defesa antiaérea, S-500
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar