08:37 10 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    11692
    Nos siga no

    O S-500 é um sistema de superfície de defesa de mísseis de última geração, com um alcance de 400 a 600 quilômetros.

    O engenheiro-chefe da empresa fabricante anunciou anteriormente que o sistema seria capaz de interceptar alvos centenas de quilômetros acima da superfície da Terra. Portanto, o S-500 poderia destruir armas hipersônicas no espaço próximo à Terra, conforme afirma Sergei Surovikin, comandante da Força Aeroespacial russa.

    De acordo com Surovikin, as características técnicas do S-500 tornam o lançador em um sistema de defesa espacial de primeira geração.

    "As características incorporadas no sistema de defesa antiaérea S-500 o tornam capaz de destruir, além de alvos aerodinâmicos e balísticos, armas hipersônicas de todos os tipos, mesmo no espaço próximo", afirmou Surovikin.

    O comandante russo afirma que atualmente este sistema de defesa não possui análogos no mundo.

    O S-500 Prometei, também conhecido como 55R6M Triumfator-M, é um sistema incomum de interceptação a longa distância e em grande altitude, com um potencial aumentado de defesa de mísseis. As principais finalidades da arma incluem o combate a mísseis balísticos de médio alcance, assim como a mísseis balísticos intercontinentais se estiverem próximos.

    O moderno sistema de defesa foi testado pelas tropas de defesa antiaérea da Rússia em 2019 e, em 2021, se espera que seja entregue às Forças Armadas pela primeira vez, segundo o Ministério de Defesa da Rússia.

    Mais:

    Sistemas S-500 permitirão à Rússia se defender contra ameaças espaciais, diz especialista
    Índia implanta sistema de defesa aérea após detectar aviões de combate da China perto de Ladakh
    Sistema turco de defesa aérea Sungur está pronto para operação pelas Forças Armadas do país (VÍDEO)
    Tags:
    míssil balístico, espaço, Força Aeroespacial da Rússia, sistema de defesa aérea, S-500
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar