08:45 10 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    9312
    Nos siga no

    Os mísseis serão produzidos principalmente pela Lockheed Martin, e a venda de armas, a sétima pela administração Trump, deve ser realizada no próximo mês.

    O Departamento de Estado dos EUA anunciou na quinta-feira (9) a encomenda de mísseis atualizados terra-ar Patriot a Taiwan avaliados em US$ 620 milhões (R$ 3,3 bilhões), relata a agência Reuters.

    "Esta proposta de venda atende aos interesses nacionais, econômicos e de segurança dos EUA, apoiando os esforços contínuos do beneficiário para modernizar as Forças Armadas [taiwanesas] e para manter uma capacidade defensiva confiável", disse.

    A fabricante Lockheed Martin será a principal empresa responsável pela produção do míssil. A compra foi solicitada "a fim de suportar uma vida operacional de 30 anos", disse o Departamento de Estado norte-americano. O Ministério da Defesa de Taiwan revelou que a entrega deve ser realizada em agosto.

    "Esta venda de armas é a sétima pela administração Trump a Taiwan até agora, demonstrando plenamente a importância atribuída à nossa segurança de defesa nacional, consolidando nossa parceria de segurança com os Estados Unidos e mantendo conjuntamente a paz e a estabilidade no estreito de Taiwan e na região", declarou o ministério taiwanês.

    Pequim afirma que Taiwan faz parte da China, denunciando frequentemente a venda de armas norte-americanas à ilha.

    Mais:

    Taiwan realiza manobras militares após China aumentar suas atividades na região
    China acusa EUA de 'prejudicarem paz' no estreito de Taiwan com navio armado
    Taiwan desafia Pequim e firma acordo com EUA para criar centro de manutenção de caças, diz mídia
    Navio dos EUA navega pelo estreito de Taiwan em meio às tensões com China
    Tags:
    Ministério da Defesa, Reuters, Lockheed Martin, China, Patriot, Departamento de Estado, EUA, Pentágono, Taiwan
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar