22:02 19 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    2261
    Nos siga no

    O Exército de Libertação Popular da China (PLA) está conduzindo treinamentos de defesa antiaérea no litoral da província chinesa de Guangdong, sendo que esta área tem sido alvo de frequentes operações de reconhecimento por militares dos EUA.

    Uma brigada de defesa antiaérea de 74º Grupo do Exército está realizando um treinamento em um cenário de combate real, informou na quarta-feira (8) a Televisão Central da China (CCTV).

    As manobras incluem equipamentos de artilharia antiaérea, mísseis antiaéreos móveis e sistemas de radar. A reportagem não revelou quando as manobras começaram, nem a data prevista para a sua conclusão.

    Durante a simulação, quatro drones "adversários" de alta velocidade atacaram uma posição com o apoio de aeronaves de interferência eletrônica.

    Em resposta, foram acionadas unidades de artilharia antiaérea, que estabeleceram uma rede com seus radares de controle de fogo, limitando o alcance de alerta precoce e identificando alvos hostis antes de disparar contra eles.

    ​Uma brigada de defesa aérea do PLA com bastante experiência em operações conjuntas está realizando exercícios na região costeira da província chinesa de Guangdong, que abriga muitas bases do PLA, para onde os EUA seguem enviando aviões de reconhecimento a fim de espiar.

    As manobras, aparentemente, estão relacionadas com as recentes ações dos EUA nesta área: os militares norte-americanos têm enviado aviões espiões e conduzido operações de reconhecimento que, segundo especialistas militares, podem ser tentativas de obter dados sobre parâmetros técnicos, localizações e movimentos de armas e equipamentos chineses na área do mar do Sul da China e ilha de Taiwan, escreve o Global Times.

    Os exercícios de defesa aérea devem ser encarados pelos EUA como um aviso de que as suas ações provocativas não devem ir mais longe, comentou um especialista militar, observando que o PLA pode enviar aeronaves para perturbar os aviões americanos, suspendendo temporariamente as atividades militares de reconhecimento conduzidas pelos americanos.

    Mais:

    Aviões de reconhecimento top de linha dos EUA usam sistemas de navegação chinês e russo
    Taiwan realiza manobras militares após China aumentar suas atividades na região
    China envia caças Su-30 às proximidades de Taiwan em resposta à presença dos EUA
    Tags:
    exercícios militares, tensão militar, Mar do Sul da China, Taiwan, EUA, avião de reconhecimento, China, Exército Popular de Libertação (ELP)
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar