16:53 18 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    11422
    Nos siga no

    No dia 22 de dezembro de 1950, durante a Guerra da Coreia (1950-1953) aconteceu um grande combate aéreo, no qual aviões de combate soviéticos e estadunidenses se confrontaram.

    Os caças MiG-15 da União Soviética e os F-86 Sabre dos EUA são representantes da primeira geração de aviões a jato que se enfrentaram nos céus da Península Coreana.

    As capacidades de combate das aeronaves eram quase iguais. O avião soviético tinha uma vantagem na velocidade de decolagem, enquanto o aparelho dos EUA tinha melhor manobrabilidade em alturas baixas.

    A velocidade máxima do MiG-15 era de 1.042 km/h contra os 1.093 km/h do F-86. Para além disso, o avião dos EUA, devido a maior capacidade de armazenamento de combustível, podia permanecer no ar durante mais tempo.

    Caça soviético MiG-15 decola da base aérea de Finsterwalde na Alemanha Oriental, 27 de agosto de 1956
    © AP Photo / STANGENBERG
    Caça soviético MiG-15 decola da base aérea de Finsterwalde na Alemanha Oriental, 27 de agosto de 1956

    Por sua vez, o MiG era duas toneladas e meia mais leve, porém o peso do Sabre era compensado pelo maior impulso do motor. O caça soviético era dotado de um canhão de 37mm e dois de 23mm, enquanto o F-86 estava armado com seis metralhadoras de 12,7 mm.

    Com estas características dos aparelhos, a habilidade dos pilotos, sua vontade de assumir riscos e de vencer o inimigo de forma puramente tática, eram fatores decisivos.

    Confronto no céu

    "O primeiro combate entre os dois aviões ocorreu no dia 17 de dezembro de 1950", escreve Igor Seidov no seu livro "Diabos Vermelhos no Céu da Coreia". A batalha terminou com a vitória dos aviões dos EUA porque os F-86 tinham o nariz da fuselagem pintado com tinta vermelha, tal como tinham os MiG. Por essa razão eram percebidos como soviéticos. Depois do confronto, a tinta vermelha foi retirada pelos técnicos em todos os aviões da URSS.

    Poucos dias mais tarde, ocorreu outro combate que ficou na história como uma vitória absoluta dos pilotos soviéticos, quando foi derrubado o primeiro F-86.

    Os historiadores indicam que, devido às características técnicas dos aviões serem quase iguais, o fator principal era a capacidade e profissionalismo dos pilotos. A zona ao longo da fronteira sino-coreana foi batizada mais tarde de "viela dos MiG" pelos pilotos dos EUA porque o céu nesta zona era controlado pelos pilotos da URSS.

    Durante os três anos da Guerra da Coreia, os pilotos soviéticos realizaram 1.872 combates aéreos, derrubaram 1.106 aviões estadunidenses, 650 dos quais eram F-86 Sabre. As perdas dos MiG foram de 335 aviões.

    Mais:

    Temendo a Coreia do Norte, Pequim, Tóquio e Seul se reúnem na Ásia
    Estariam EUA e Coreia do Norte à beira de nova fase das tensões nucleares?
    Tags:
    Coreia do Norte, ataque aéreo, conflito armado, MiG-15, Estados Unidos, URSS, Guerra da Coreia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar