06:12 18 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Soldados poloneses e norte-americanos durante exercícios conjuntos Anakonda 16 perto de Torun, Polônia, junho de 2016

    Será que Polônia precisa de base militar permanente dos EUA em seu território?

    © REUTERS / Kacper Pempel
    Defesa
    URL curta
    121

    O ex-chefe das Forças Armadas da Polônia, general Miroslaw Rozanski, opina que a criação de uma base permanente dos EUA na Polônia não daria um bom resultado.

    Conforme ele, seria melhor se os militares poloneses realizassem com mais frequência manobras conjuntas com os aliados. Isso daria mais garantias à segurança do país do que uma base norte-americana, que seria mais um elemento político do que exclusivamente militar.

    Entretanto, após o encontro dos presidentes da Rússia e EUA, Vladimir Putin e Donald Trump, em Helsinque, as mídias por todo o mundo já não tem tanta certeza de que entre as duas potências mundiais haja um conflito permanente. E os próprios líderes sublinharam que o encontro foi construtivo e visava a cooperação conjunta.

    "Para mim, todos aguardavam muito por esse encontro, levando em conta que os últimos meses foram marcados por aumento da tensão internacional. E se falarmos sobre o aumento da tensão entre duas potências enormes, tal situação sempre ameaça com conflitos aquelas partes do mundo onde seus interesses se opõem", disse à Sputnik Polônia o historiador e cientista político Andrzej Zapalowski.

    Conforme ele, os temas abordados na cúpula na capital finlandesa, como a situação na Síria, Oriente Médio e Ucrânia, assinalam toda a sua importância e necessidade. "Acho que Trump decidiu então suavizar as relações com Moscou", disse, adicionando que a política de sanções mostrou sua ineficácia.

    No que se refere à Polônia, o especialista em geopolítica, Jacek Bartosiak, acha que o antagonismo entre a Polônia e a Rússia é inevitável. Zapalowski não concorda com ele, achando que a ligação entre os interesses russos e poloneses são uma garantia de estabilidade na região que se situa entre a Rússia e Polônia.

    "Esta decisão deve ser percebida pela Polônia e não por outros países, que estão abertamente favorecendo o aumento de tensões na região", declara o analista.

    Entretanto, nem todos na Polônia percebem a necessidade de se sentarem à mesa de negociações e cada vez mais se ouve falar sobre a ameaça crescente por parte da Rússia e a necessidade de posicionar no território polonês bases militares permanentes dos EUA que deveriam garantir a segurança do país.

    "Já repito há muito que se a Polônia precisa de uma nova divisão, ela deve ser criada com base no exército polonês. E se os EUA quiserem nos ajudar, por que não nos fornecem seu equipamento militar? Pois agora a existência de uma base de alguém no nosso território de fato não nos dá nenhumas garantias. É precisamente a base de algum país que, por qualquer motivo, pode se tornar razão de diversas ações por parte de alguém. Sim, estou de acordo que a criação de grandes bases dos EUA na Polônia não será a melhor solução. A Polônia deve apoiar-se no seu próprio potencial militar e já nessa base cooperar com os nossos aliados", resumiu Zapalowski.

    Mais:

    Pentágono teme ser incapaz de defender Europa do Leste de possível invasão russa
    'Ceifeiros' americanos: que ameaça representam para Rússia drones dos EUA na Polônia
    EUA começam a operar drones Reaper na Polônia
    Tags:
    conflito, segurança, base militar, Vladimir Putin, Donald Trump, Rússia, EUA, Polônia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik