14:20 26 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Explosão nuclear (imagem referencial)

    Analista militar explica por que mídia britânica se preocupa com 'Mão Morta'

    CC0 / Pixaby/geralt / Bomba atômica, arma nuclear
    Defesa
    URL curta
    9332

    O sistema russo de ataque nuclear Perimetr, conhecido no Ocidente como “Mão Morta”, foi criado há muitos anos e agora retorna à pauta da mídia britânica por motivos ainda desconhecidos, comentou Vladimir Anokhin, vice-presidente da Academia Russa de Problemas Geopolíticos.

    "O fato é que este sistema já tem, digamos, cem anos. O porquê de esse assunto vir à tona novamente, eu não sei. Provavelmente, houve um déficit e falta de acusações em relação à Rússia. E decidiram criar situações indiretas para propagar mais uma vez que a Rússia é uma enorme ameaça", explicou o especialista militar.

    Anokhin mantém a opinião de que essa é uma tentativa de intimidar seus cidadãos mostrando que a Rússia está seriamente se preparando para uma guerra nuclear e que tem para isso todas as possibilidades de destruição.

    Anteriormente, Bruce Blair, especialista em desarmamento nuclear, confirmou, em entrevista ao jornal Daily Star, que o controle automático de retaliação nuclear desenvolvido na União Soviética – a última defesa contra o agressor durante a Guerra Fria – ainda está operante e foi até mesmo aperfeiçoado. No entanto, ele reconheceu que o Perimetr e a "Mão Morta" são formas aceitáveis e éticas de evitar uma guerra nuclear.

    Mais:

    Tecnologia a partir do 'nada': Pentágono revela arma que produz sons (VÍDEO)
    Pentágono reconhece impotência dos EUA frente a arma hipersônica russa
    Putin parabeniza serviços secretos por manterem confidencial desenvolvimento da nova arma
    Tags:
    guerra nuclear, armas, Perimetr, Guerra Fria, União Soviética, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik