06:42 21 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Caça Super Étendard em operação no porta-aviões francês Charles-de-Gaulle em novembro de 2015.

    Argentina não paga preço 'simbólico' por caças franceses que devem fazer segurança do G20

    © AFP 2018 / ANNE-CHRISTINE POUJOULAT
    Defesa
    URL curta
    13145

    Sem caças supersônicos operacionais, as Forças Armadas da Argentina lutam para garantir a segurança do G20. A cúpula com os líderes das 20 maiores economias do planeta será realizada em Buenos Aires entre novembro e dezembro deste ano.

    Os militares argentinos chegaram a cogitar alugar caças F-5 do Brasil, mas o negócio não prosperou. 

    A solução encontrada foi comprar 5 aeronaves Super Étendard da França- que já estavam aposentadas. A venda foi celebrada quando da visita do presidente argentino Mauricio Macri à Paris, em janeiro deste ano.

    O embaixador francês em Buenos Aires, Pierre Henri Guignard, disse à Reuters que as aeronaves "são um pouco antigas, mas são importantes para eles [argentinos]". Ele também afirmou que o valor do acerto, cerca de 12 milhões de euros, representava uma quantia "simbólica" já que os caças "não são aparatos novos".

    A Argentina, todavia, não pagou pelas aeronaves e elas ainda estão na França, afirma o jornal La Nación. A publicação consultou fontes das Forças Armadas da Argentina que confirmaram a falta de pagamento. Ainda de acordo com o jornal, os caças são alvo de uma disputa interna entre a Marinha e a Força Área.

    A Argentina tem uma frota com modelos mais antigos do Super Étendard. As 14 aeronaves, entretanto, estão inativas por falta de recursos e manutenção. 

    Quando da negociação entre Brasil e Argentina pelo aluguel dos caças F-5, o especialista em defesa Roberto Godoy afirmou que que a Força Aérea do país vizinho está defasada e que a decisão de não investir nas Forças Armadas de uma maneira geral começou no governo de Néstor Kirchner, em 2003, e continua desde então.

    Mais:

    Perto de ser negociada com a Boeing, Embraer teve lucro de R$ 795,8 milhões no ano passado
    Quanto vale a Embraer para a Boeing? E para o Brasil?
    Caça-interceptor MiG-31 passa por modernização para portar novos mísseis russos
    Israel revela como exército sírio conseguiu abater seu caça F-16
    Caça russo de 5ª geração teria sido visto na Síria ? (FOTO, VÍDEO)
    Caça dos EUA joga tanques de combustível quase na cabeça de pescadores no Japão (FOTO)
    Derrubada do caça israelense F-16 evidencia 'ataque estratégico ao inimigo'
    Escolha difícil: como Israel pode responder à derrubada do caça F-16
    Su-57 russo vs J-20 chinês: qual dos dois é o melhor caça de 5ª geração?
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik