12:09 19 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    O Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha russa

    'Vitória está onde estamos': fuzileiros da Marinha russa em ação (VÍDEO)

    © AFP 2018 / VASILY BATANOV
    Defesa
    URL curta
    5261

    No dia 27 de novembro, a Rússia festeja o 312° aniversário da criação do Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha russa.

    A Infantaria Naval russa foi criada pelo imperador Pedro I, o Grande, há três séculos durante a Guerra do Norte, que culminou com a criação do Império russo.

    Nos últimos anos, os fuzileiros navais russos fizeram parte diretamente de todas as manobras estratégicas das Forças Armadas, onde realizaram todos os tipos de treinamentos e exercícios conjuntos com outras unidades.

    Agora "boinas pretas" são as tropas costeiras da Marinha, sempre prontas para levar a cabo operações de combate como parte das forças de assalto anfíbio, informa o Ministério da Defesa russo, acrescentando que os fuzileiros navais russos já provaram, em prática, seu lema "vitória está onde estamos".

    Os fuzileiros russos são equipados com os armamentos mais avançados. Neste ano, por exemplo, obtiveram veículos blindados de transporte BTR-82 e coletes à prova de balas de nova geração Korsar-MP, que não possuem análogos no mundo. Ao mesmo tempo, os fuzileiros das Frotas do Norte, do Pacífico, do Mar Negro e do Báltico, ou seja, de toda a Marinha da Rússia, também possuem o novo equipamento de combate de proteção pessoal Ratnik.

    Mais:

    Marinha da Rússia 'recupera sua presença' em todos os oceanos
    Explosão nas profundezas do mar: manobras agitadas da Marinha russa (VÍDEO)
    Marinha da Rússia realiza exercícios no Pacífico em meio às tensões na Coreia (VÍDEO)
    Torpedo do juízo final: para que Marinha russa precisa de armas nucleares submarinas?
    Tags:
    combate, operações, equipamento militar, frota, treinamento militar, manobras navais, Korsar, ratnik, aniversário, Forças Armadas da Rússia, Corpo de Fuzileiros Navais, Marinha da Rússia, Ministério da Defesa (Rússia), Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik