06:04 23 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    C-400 Triumph mísseis defendam o espaço aéreo de Moscou e do região central da Rússia

    China e Índia interessadas em comprar mísseis interceptores russos

    © Sputnik / Artem Zhitenev
    Defesa
    URL curta
    12362

    Parceiros orientais mostram interesse por sistemas russos de defesa antimísseis.

    Interesse pela produção do complexo industrial-militar da Rússia aumentou após o aproveitamento bem sucedido do equipamento militar na Síria.

    China e Índia se interessam pela compra do sistema da defesa antimíssil (DAM) C-400 Triumph, as negociações já estão em curso-disse ao jornal “Izvestia” o auxiliar do presidente da Rússia na cooperação técnico-militar Vladimir Kozhin.

    Segundo a informação o interesse pela produção do complexo industrial-militar aumentou após o sucesso da operação na Síria. Entre aqueles que desejam adquirir os aviões russos estão China, Índia, Malásia, Argélia e Indonésia. O sistema antiaéreo C-400 chamou a maior atenção porque não tem análogos no mundo.

    Anteriormente Vladimir Putin tinha assinalado o interesse crescente pelo equipamento militar russo durante a linha direta.   

    Mas entretanto Moscou dá prioridade ao Exército russo sobre os parceiros estrangeiros na questão do fornecimento dos S-400.

    “China e Índia estão interessadas na compra dos sistemas antimísseis russos S-400 Triumph, mas a prioridade será dada ao Exército russo ”- disse ao Izvestia o assessor do presidente russo Vladimir Putin para a cooperação técnico-militar.

    C-400 “Triumph”- é o complexo antiaéreo de grande e médio alcance, destinado a eliminar todos os meios de ataques aéreos modernos. O sistema pode golpear os alvos na distancia de 400 km e objetivos balísticos (misseis, aviões de todos os tipos e ogivas) na distancia de 60 km. O radar de detenção precoce assegura o alcance de detenção de 600 km.

    Mais:

    Exército russo receberá 5.000 peças de novo equipamento militar até 2020
    Equipamento militar do Distrito do Sul da Rússia receberá 70% de armamentos modernos
    Tags:
    complexo industrial-militar, C-400, sistema de defesa antimísseis, Índia, China, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik