02:59 06 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Cultura
    URL curta
    0 51
    Nos siga no

    A casa britânica Sotheby’s retirou da lista de obras de arte a serem leiloadas nesta terça-feira (2) o quadro “Anoitecer no Cairo”, do pintor russo Ivan Aivazovsky. O Ministério do Interior da Rússia havia pedido à polícia da Grã-Bretanha para impedir o negócio, pois a tela teria sido roubada de uma coleção particular de Moscou em 1997.

    No entanto, a Sotheby’s havia mantido o leilão alegando que não havia qualquer registro do crime nos bancos de dados de obras de arte. A casa não justificou a mudança de posição, se resumindo a informar que esta se deu a pedido do vendedor do quadro avaliado entre US$ 2 milhões e US$ 3 milhões.

    Embora o Ministério do Interior da Rússia não tenha divulgado o autor da denúncia, a Sotheby’s informara que seria a família Nosenko, que, segundo a mídia russa, comprou o quadro na década de 1940.

    Ivan Aivazovsky é um dos mais importantes pintores da escola romântica. De ascendência armênia, viveu entre 1817 e 1900 ficando célebre por pintar paisagens, sobretudo marítimas. O artista russo produziu mais de 6 mil obras, entre elas “Nona Onda”, de 1850, sua mais famosa tela.

    Tags:
    pintor russo, tela, quadro roubado, leilão, Nova Onda, Anoitecer no Cairo, Sotheby's, Ivan Aivazovsky, Cairo, Grã-Bretanha, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar