10:38 22 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    174
    Nos siga no

    Os cientistas determinaram a idade de duas amostras de lava basáltica, coletadas pela missão chinesa Chang'e-5. A relativamente pouca idade da lava, cerca de 1,96 bilhão de anos, significa que o vulcanismo ativo na Lua durou por muito tempo após sua formação.

    Os cientistas descobriram a composição química e mineral das amostras de basalto recolhidas no mar lunar Oceanus Procellarum (Oceano das Tormentas, em português), que é uma das estruturas mais novas na superfície da Lua, segundo um estudo publicado na Science.

    Os pesquisadores determinaram que a lava tem uma idade relativamente jovem: 1963 ±57 milhões de anos.

    "Claro que 'jovem' é relativo", afirmou um dos autores do estudo, Bradley Jolliff. "Todas as rochas vulcânicas coletadas pela Apollo tinham mais de três bilhões de anos. E todas as crateras de impacto novas, cujas idades foram determinadas a partir da análise das amostras, têm menos de um bilhão de anos. Então, as amostras da Chang'e-5 preenchem uma lacuna crítica".

    A idade determinada do basalto coletado no Oceanus Procellarum é o primeiro resultado científico da missão Chang'e-5, que conseguiu trazer amostras lunares pela primeira vez em 40 anos.

    Os pesquisadores esperam que estudos posteriores destas amostras permitam determinar a cronologia da formação das crateras de impacto e outras estruturas não apenas na Lua, mas também em todos os planetas rochosos na zona interior do Sistema Solar.

    Os cientistas ainda não sabem a origem da lava basáltica tão jovem. Não há evidências de sua origem profunda, pois não há altas concentrações de elementos emissores de calor no manto lunar. Eles afirmam que, para entender o longo vulcanismo lunar, são necessárias explicações alternativas.

    Mais:

    'Houston, temos pimenta': astronautas da NASA cultivam 1º chilli na EEI e compartilham FOTOS
    Atmosfera de Plutão está sumindo lentamente enquanto planeta se afasta do Sol
    Simulações sugerem que pode haver planeta do tamanho da Terra ou Marte além da órbita de Netuno
    Mais antigo de todos os tempos: arqueólogos encontram equipamento de pesca de 12 mil anos (FOTO)
    Pesquisadores descobrem no Tibete gravuras e pinturas rupestres de civilização misteriosa (VÍDEO)
    Tags:
    Lua, lava, ciência, cratera, superfície, espaço, Terra
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar