01:24 23 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 30
    Nos siga no

    Um mistério cósmico de quase 900 anos sobre as origens de uma explosão supernova, vista pela primeira vez na China, foi finalmente explicado.

    Apenas cinco explosões supernovas brilhantes foram registradas na Via Láctea no último milênio, sendo uma delas a supernova conhecida como a "estrela convidada chinesa". Ela teria sido vista e documentada por astrônomos do país asiático em 1181 d.C, os quais afirmaram que era tão brilhante quanto o planeta Saturno, tendo permanecido visível por pelo menos seis meses. 

    Contudo, apesar de a localização aproximada ter sido registrada, os astrônomos modernos não foram capazes de identificar os vestígios da explosão brilhante. A misteriosa origem do evento do século XII permaneceu sem resposta por muito tempo, até que finalmente uma equipe de cientistas de Hong Kong, Reino Unido, Espanha, Hungria e da França mudou isso.

    O termo "estrela convidada" é usado na astronomia chinesa para referir a presença temporária de uma nova estrela no céu.

    A equipe de cientistas responsável por tal feito publicou os resultados de sua pesquisa na revista The Astrophysical Journal Letters.

    Astrofísicos da Universidade de Hong Kong resolvem um mistério de 900 anos, dando a uma antiga estrela convidada chinesa [achada em] 1181 d.C. um lugar para ficar e descansar.

    Os pesquisadores identificaram uma nebulosa ténue e em rápida expansão chamada Pa30, que envolve uma das estrelas mais quentes da Via Láctea, conhecida como estrela de Parker. Eles determinaram que a nuvem de gás também se encontra em expansão, a uma velocidade de mais de 1.100 quilômetros por segundo.

    Conforme os cientistas, tanto a nebulosa Pa30 como a estrela de Parker se encaixam no perfil descrito pelos antigos astrônomos chineses, tendo em conta sua localização e idade.

    Anteriormente, especialistas teriam proposto que a origem de ambos os corpos celestes seria o resultado da fusão de duas estrelas anãs brancas. No entanto, acredita-se que tais eventos podem conduzir a uma explosão supernova pouco comum e relativamente fraca, também conhecida como supernova de tipo lax.

    Mais:

    Terra em perigo? Estrelas parecidas com Sol devoram seus próprios planetas, revela estudo
    'Paradoxo do jovem Sol fraco': maior mistério científico pode ter sido desvendado por astrônomos
    Concreto em Marte poderia literalmente ser feito com sangue, suor e lágrimas dos astronautas
    Tags:
    supernova, explosão, nebulosa, mistério, estrelas, astronomia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar