05:59 01 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    Mundo enfrentando SARS-CoV-2 no final de junho de 2021 (20)
    0 155
    Nos siga no

    Cientistas da Universidade de Nicósia, no Chipre, revelaram que os pólens de árvores podem transportar o vírus SARS-CoV-2.

    De acordo com o artigo publicado na revista Physics of Fluids, os pesquisadores procuraram entender como várias partículas facilitam a propagação do coronavírus. Eles encontraram uma relação entre surtos da infecção pelo vírus e a concentração de pólen no ar.

    Em um dia normal de primavera nos EUA, com vento fraco, o pólen podia atingir em menos de um minuto uma aglomeração de pessoas que se encontrava a 20 metros de distância da árvore.

    "Uma de tarefas mais importantes foi a recriação de um ambiente completamente realístico: milhares de folhas de árvores e partículas de pólen, centenas de caules e um ajuntamento realista de uma multidão de cerca de 100 indivíduos a cerca de 20 metros da árvore", esclareceu um dos cientistas.

    O modelo computorizado demonstrou que o pólen dissemina o SARS-CoV-2 a uma distância mais longa do que ele poderia se deslocar simplesmente através do ar.

    Os pesquisadores estudaram o Mapa Nacional de Alérgenos e descobriram que o coronavírus realmente se transmitia com mais intensidade nas regiões de grande concentração de pólens.

    Nota-se que, em tais condições, o distanciamento social de dois metros utilizado em todo o mundo pode ser insuficiente.

    Tema:
    Mundo enfrentando SARS-CoV-2 no final de junho de 2021 (20)

    Mais:

    Trump: mundo deve exigir da China 10 trilhões de dólares de indenização por causa do coronavírus
    Descobertos na China 4 novos coronavírus aparentados com SARS-CoV-2
    Sputnik V confirma eficácia de quase 100% contra mutações do coronavírus, afirma Centro Gamaleya
    Tags:
    partículas, árvores, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar