00:56 19 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    352
    Nos siga no

    Uma estrela vermelha maciça, que pode datar dos primórdios de nosso Universo, foi descoberta a cerca de 16 mil anos-luz de distância da Terra, informou o portal Science Alert.

    De acordo com a mídia, uma equipe de astrônomos liderada pelo centro de pesquisa NOIRLab da Fundação Nacional da Ciência (EUA) determinou que a estrela em questão, designada como SPLUS J210428-004934, tem "um teor médio de metal" para uma estrela ultrapobre em metais, permitindo sugerir sua idade avançada.

    "Reportamos a descoberta da SPLUS J210428.01−004934.2 (agora chamada de SPLUS J2104−0049), uma estrela ultrapobre em metais", escreveram os pesquisadores em seu estudo, publicado na revista científica The Astrophysical Jornal Letters em 12 de maio de 2021.

    As estrelas nascidas durante a "infância" do Universo têm um teor de metais muito baixo, uma vez que não havia metais pesados quando esses corpos celestes se formaram, enquanto as estrelas que apareceram depois, formadas de nuvens expelidas durante explosões de supernovas e contendo "elementos mais pesados" em seus núcleos, têm um teor mais alto, explica o portal.

    Os cientistas também determinaram que a estrela tem a menor abundância de carbono jamais vista em uma estrela ultrapobre em metais.

    Além disso, os astrônomos conseguiram estabelecer que a abundância química observada na estrela referida "poderia ser melhor reproduzida por uma supernova de alta energia de uma única estrela de População III, 29,5 vezes mais massiva do que o Sol". As estrelas da População III são uma população hipotética de estrelas que teria existido no início do Universo.

    Mais:

    Telescópio da NASA pode desvendar mistérios sobre 'idade das trevas' do Universo (FOTOS)
    Da Terra para o Universo: mídia americana explica como China poderia ultrapassar NASA no futuro
    Nova 'janela' para observar lado oculto do Universo magnetizado é revelada
    Tags:
    Terra, supernova, estrelas, espaço, Universo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar