14:40 18 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 0 0
    Nos siga no

    Os bebês de estrelas-do-mar podem parecer inocentes e adoráveis, mas eles viram pequenos canibais comendo seus próprios irmãos para sobreviver, de acordo com novo estudo.

    Segundo o artigo publicado recentemente na revista Ecology, dois pesquisadores descobriram este comportamento entre os bebês de estrelas-do-mar da espécie Asterias forbesi de forma acidental. Originalmente, eles planejaram perceber como filhotes de estrelas-do-mar reagiam quando introduzidos aos predadores ferozes como caranguejos no laboratório.

    "Mas todos eles começaram a comer uns aos outros antes mesmo de nós introduzirmos os caranguejos. Então, nós tivemos que cancelar o experimento", contou em comunicado o professor do Departamento de Biologia da Universidade William & Mary, EUA, Jon Allen. Então, a equipe de cientistas mudou o experimento para observar este fenômeno anteriormente desconhecido entre as estrelas-do-mar bebês.

    Esses animais marinhos que habitam a Costas Leste dos EUA podem atingir até 24 centímetros de comprimento quando adultos, de acordo com National Geographic. Eles passam por um processo chamado metamorfose no qual se transformam de uma forma imatura para uma adulta, assim como lagartas se transformam em borboletas.

    Uma estrela-do-mar, a poucos dias da metamorfose, consome seu irmão
    Uma estrela-do-mar, a poucos dias da metamorfose, consome seu irmão

    Estas estrelas-do-mar em sua forma imatura parecem "pequenas naves espaciais estranhas" voando através da água, disse Karina Brocco French, estudande doutoranda da Universidade da Califórnia, EUA. Eles permanecem nesta fase por cerca de um mês antes de se metamorfosearem em juvenis estrelas-do-mar e se instalarem no fundo do mar.

    Cientistas já souberam que estrelas juvenis poderiam comer as formas larvais bem menores, mas eles não imaginavam que elas seriam capazes de comer umas às outras. Ainda assim, de acordo com o comunicado, embora as juvenis tenham aproximadamente o mesmo tamanho que as outras, as ligeiramente maiores acabaram sempre comendo as menores.

    Os pesquisadores descobriram que estrelas-do-mar bebês mostram este comportamento canibal quatro dias após a metamorfose. Elas comportaram-se assim usando um de seus múltiplos estômagos, conhecido como estômago cardíaco, o qual empurram para engolir e quebrar sua comida.

    O canibalismo entre irmãos pode dar às estrelas individuais uma vantagem adaptativa, especialmente se levar em consideração o fato de que as estrelas-do-mar adultas femininas produzem de cinco a dez milhões de ovos por ano.

    Mais:

    Pesquisa mostra que humanos são surpreendentemente semelhantes aos primeiros animais da Terra
    Pesquisadores criam IMAGEM da Terra que mostraria onde vivem animais ainda desconhecidos
    Catástrofe ecológica mata animais marinhos e muda paisagens da península russa de Kamchatka
    Tags:
    mar, canibalismo, estrelas, animais marinhos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar