19:20 16 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    120
    Nos siga no

    Solar Orbiter, uma sonda espacial de observação solar desenvolvida pela Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês) e a agência espacial norte-americana NASA, lançado no início de 2020, capturou imagens excepcionais da Terra como um ponto reluzente no espaço.

    Na Terra, nós estamos acostumados a detectar e observar planetas do nosso Sistema Solar e estrelas distantes, mas a vista é bastante curiosa quando as sondas espaciais, a flutuar entre as estrelas, direcionam suas lentes fotográficas para o ponto de onde foram lançadas, escreve portal Cnet.

    As imagens captadas pela sonda espacial Solar Orbiter, que foram realizadas no final de ano passado, mostram Vênus, Terra e Marte a navegar pelo espaço repleto de estrelas.

    ​Solar Orbiter liberta uma visão luminosa de Vênus, Terra e Marte.

    Em novembro de 2020, a câmera termográfica Heliospheric Imager (SoloHI, na sigla em inglês) do satélite detectou o trio enquanto a sonda se dirigia para fazer um sobrevoo de Vênus.

    A ESA compartilhou a cena em um curto vídeo. Vênus é o planeta mais brilhante e fica do lado esquerdo da imagem. A Terra surge no meio e Marte, com o brilho mais fraco, aparece no canto inferior direito.

    "As estrelas são visíveis no fundo, parecem se movendo na gravação da Solar Orbiter, enquanto a nave espacial viaja em torno do Sol", disse a ESA em comunicado.

    Mais:

    Cientistas simulam em supercomputador impacto de enormes colisões planetárias (VÍDEO)
    Núcleo planetário exposto orbitando estrela é registrado por astrônomos
    Níveis de radiação na Lua são 200 vezes maiores do que na Terra, segundo estudo
    Tags:
    Sistema Solar, Terra, Marte, Vênus, nave espacial
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar