08:54 21 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    Coronavírus no mundo em meados de janeiro de 2021 (81)
    0 80
    Nos siga no

    Nova cepa do coronavírus descoberta na África do Sul se revelou ser mais contagiosa, segundo o epidemiologista Salim Abdool Karim, citado pela Reuters.

    Segundo o epidemiologista, os estudos comprovaram que a nova variante, nomeada 501Y.V2, se liga mais rápida e fortemente às células humanas. Karim notou que, em consequência, a contagiosidade da cepa sul-africana é cerca de 50% superior à das mutações anteriores.

    Além disso, durante estudos com anticorpos de pacientes recuperados, percebeu-se que os anticorpos contra as mutações do vírus anteriores demonstram menor eficácia em relação à 501.V2.

    No entanto, Karim ressaltou que ainda não existem provas sobre uma patogenicidade maior da cepa.

    Representação artística sobreposta sobre uma imagem de diversos vírus SARS-CoV-2
    Representação artística sobreposta sobre uma imagem de diversos vírus SARS-CoV-2

    A cepa 501Y.V2 foi identificada por cientistas sul-africanos no fim do ano passado, sendo considerada a causadora principal da segunda onda da COVID-19 na África do Sul, que atingiu novo pico de casos diários, ultrapassando 21 mil casos no início de janeiro.

    Além da África do Sul, o Reino Unido e o Brasil declararam o surgimento de novas cepas do SARS-CoV-2 em seus países.

    Tema:
    Coronavírus no mundo em meados de janeiro de 2021 (81)

    Mais:

    Enfermeira de São Paulo é a 1ª vacinada contra a COVID-19 no Brasil
    Maduro denuncia 'guerra geopolítica' por vacinas contra COVID-19
    'Vacina é para quem não pegou ainda', diz Bolsonaro sobre COVID-19
    COVID-19: Trump retira restrições de viagens de Brasil, Europa e Reino Unido, diz mídia
    Tags:
    COVID-19, novo coronavírus, mutação, África do Sul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar