20:47 11 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 41
    Nos siga no

    Na quinta-feira (14), a NASA anunciou o fim do trabalho da sonda medidora da temperatura da superfície de Marte, da missão InSight.

    O aparelho, chamado mole (toupeira), estava tentando perfurar a superfície de Marte desde o início de 2019, para medir temperatura sob o solo do Planeta Vermelho. A ideia dos criadores do aparelho era a seguinte: a toupeira deveria perfurar pelo menos três metros de profundidade enquanto se enterrava usando seu peso para ultrapassar a resistência do solo marciano.

    No entanto, o solo marciano se mostrou mais resistente, tirando todas as chances de a toupeira da NASA realizar com sucesso sua tarefa.

    Uma fase termina, outra começa […]. Na semana passada, Mole fez a última tentativa de cavar mais a fundo em Marte. Apesar de todas as medidas tomadas para salvar mole, parece não haver fricção suficiente neste solo para continuar avançando.

    Mole conseguiu perfurar apenas dois ou três centímetros de Marte. Pesquisadores tentaram ajudar a toupeira colocando em cima dela uma pá, sem sucesso.

    "Após a sonda ter conduzido 500 marteladas adicionais no sábado, 9 de janeiro, sem progresso nenhum, a equipe decidiu terminar os esforços dela", informou a NASA.

    A sonda InSight decolou da Terra em maio de 2018 e, em novembro do mesmo ano, realizou pouso bem-sucedido na região de Elysium Planitia, no hemisfério norte de Marte. A sonda é destinada a estudar a estrutura geológica marciana, sendo equipada com sismômetro e outras ferramentas.

    Mais:

    Sonda em Marte captura 'figura de anjo' perto do polo sul do planeta (FOTOS)
    Vida alienígena em Marte poderia ajudar humanos a explorar o espaço, diz cientista da NASA
    FOTOS mostram maior canyon do Sistema Solar, encontrado em Marte
    Estudo revela que polos em Marte se afastam do eixo do planeta, tal como na Terra
    Tags:
    espaço, Marte, sonda, NASA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar