12:29 15 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    COVID-19 no mundo no início de janeiro de 2021 (75)
    0 121
    Nos siga no

    A nova cepa do coronavírus descoberta na Nigéria pode possuir maior patogenicidade, considera o virologista nigeriano Sunday Omilabu.

    O virologista passou a temporada festiva em seu laboratório fazendo sequenciamento genético para saber mais sobre a variante do coronavírus surgida no país.

    "Do ponto de vista clínico, podemos dizer que temos mais pessoas com evidências e sintomas graves da doença", ressaltou o especialista, citado pelo Express.

    Ele adicionou que a nova cepa tem uma velocidade de propagação mais alta do que as outras variantes. Omilabu apontou que a mesma pessoa pode transmitir a doença para quatro ou cinco membros da família simultaneamente.

    O especialista admite que mutações são um fenômeno natural para qualquer vírus, mas novas formas da doença provocadas pela nova cepa do vírus exigem um estudo exaustivo desta estirpe.

    No fim de dezembro passado, surgiram notícias sobre uma nova cepa do coronavírus encontrada na Nigéria. Segundo dados do Centro Africano de Controle e Prevenção de Doenças (CDC África), a nova variante do vírus foi encontrada durante o estudo de amostras de dois pacientes recolhidas no estado de Osun, na Nigéria.

    Os médicos insistiram que as conclusões sobre a originalidade da nova cepa da COVID-19 se baseiam em duas ou três sequências genéticas.

    Tema:
    COVID-19 no mundo no início de janeiro de 2021 (75)

    Mais:

    Revelado sintoma inesperado da nova cepa da COVID-19
    Nova York detecta 1º caso da nova cepa do coronavírus
    Após detectar nova cepa da COVID-19, Vietnã proíbe voos do Reino Unido e África do Sul
    Tags:
    Nigéria, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar