11:30 05 Março 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 10
    Nos siga no

    Ao contrário de muitas galáxias espirais, esta galáxia não exibe uma barra de estrelas em seu centro nem o padrão clássico de braço espiral proeminente, ressalta a agência espacial norte-americana NASA.

    Com o auxílio do telescópio espacial Hubble, da NASA e da Agência Espacial Europeia (ESA, na sigla em inglês), astrônomos tiraram, na sexta-feira (20), foto de uma galáxia espiral, descrita pela agência dos EUA como um "pão de canela" cósmico.

    ​É sexta feira! Para começar o fim de semana, aqui está uma imagem do Hubble da galáxia UGC 12588. Embora classificada como uma galáxia espiral, seus braços são tênues, a visão mais clara deles vem das estrelas azuis espalhadas ao redor das bordas da galáxia

    UGC 12588 é o nome da galáxia, que está localizada na constelação de Andrômeda, no hemisfério norte celestial.

    Ao contrário da imagem clássica de uma galáxia espiral, os enormes braços de estrelas e gás em UGC 12588 são muito tênues, indistinguíveis e firmemente enrolados em seu centro.

    É a ausência da barra de estrelas em seu centro e o padrão de braço espiral proeminente que torna o centro não estruturado dessa galáxia "mais parecida um pão de canela do que uma megaestrutura de estrelas e gás em espaço", afirma em comunicado a agência.

    O Telescópio Espacial Hubble está funcionando desde 1990, tendo realizado mais de 1,3 milhão de observações do espaço, e é planejado que seja substituído no início de 2021 pelo mais avançado Telescópio Espacial James Webb.

    Mais:

    Hubble registra IMAGEM impressionante de colisão de galáxias espirais
    IMAGEM captada pelo Hubble revela galáxia espiral 'de outro mundo'
    'Cachoeira de estrelas': Hubble captura bela FOTO de galáxia a 32 milhões de anos-luz
    Hubble captura jogo de luz e sombras de seu disco rodeando um buraco negro (FOTO)
    Tags:
    galáxia, Agência Espacial Europeia (ESA), NASA, Hubble
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar