07:26 28 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 281
    Nos siga no

    Recentemente foi descoberto no planeta mais quente do Sistema Solar gás fosfina, de origem biológica na Terra, levando a teorias de que a vida pode ter chegado lá por meio de intervenção humana.

    Os módulos de pouso soviéticos Venera e Vega não devem ter levado microrganismos para Vênus, afirmou Vyacheslav Ilyin, diretor de Segurança Sanitária e Higiênica em Ambiente Artificial do Instituto de Problemas Médicos e Biológicos, Rússia, à Sputnik.

    "Eles não resistiriam, mesmo [os microrganismos] termotolerantes [indiferentes ao calor], mesmo [...] quimiolitróficos [que obtêm energia através da oxidação de compostos inorgânicos], eles dificilmente resistiriam em tal atmosfera. Todos os objetos que vão da Terra [...] são cuidadosamente regulados em uma quarentena planetária para que não haja contaminação", disse.

    Anteriormente foi relatada a descoberta de gás fosfina na atmosfera de Vênus, possivelmente de origem biológica.

    Ilyin considera prematuro falar sobre sinais de vida no planeta.

    "A questão é se o gás é biogênico, [e] eu não acho que seja. Não é isso que acontece lá. Sou cético [quanto a isso]", disse o cientista.

    No total, a URSS realizou dez aterrissagens bem-sucedidas em Vênus.

    Mais:

    Estrutura enigmática com 'rosto humano' é vista na superfície de Vênus (FOTO)
    NASA revela detalhes de missão conjunta para desvendar mistérios de Vênus
    NASA pretende desenvolver 'arraia' para explorar Vênus
    Tags:
    Rússia, Sputnik, Terra, Vênus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar