10:37 28 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 150
    Nos siga no

    Arqueólogos descobriram uma grande quantidade de decorações de ouro usadas em arreios de cavalos na necrópole de Eleke Sazy, no Cazaquistão.

    As 850 peças encontradas foram habilmente executadas por especialistas em metalurgia da cultura Sakha – um povo cita seminômade que habitava as estepes da Eurásia desde o século VIII a.C.

    Segundo avaliação preliminar, os objetos remontam aos séculos V-IV a.C.

    Todas as peças têm traços zoomórficos, representando vários tipos de animais, como cervos e alces. Além disso, os arqueólogos desenterraram vários pingentes em forma de uma figura mitológica semelhante a um felino com grandes orelhas redondas, algo nunca antes encontrado. O ouro em si é de altíssima qualidade.

    1 / 4
    Objetos descobertos na necrópole de Eleke Sazy, no Cazaquistão

    Enquanto a maioria dos acessórios e decorações usados em arreios de cavalos da cultura Sakha são feitos de finas folhas de ouro, estes foram executados a partir de folhas de ouro grossas.

    Os objetos foram descobertos próximo de um túmulo. Arqueólogos acreditam que os artefatos haviam sido colocados como oferendas ao espírito de um antepassado enterrado no local.

    A riqueza do tesouro evidencia o importante status do falecido, provavelmente um governante da cultura Sakha. Foi ainda feita uma descoberta extremamente rara: evidências de uma oficina de forja de bronze e ouro a 50 metros da necrópole.

    Mais:

    Restos de 3.500 anos revelam evidência mais antiga de equitação na Idade do Bronze (FOTO)
    Espada e outros raros artefatos da Idade do Bronze são encontrados na Escócia (FOTO)
    'Guerreiro de Ouro' raríssimo é descoberto durante escavações no Cazaquistão (FOTOS)
    Tags:
    ouro, tesouro, artefatos, sepultamento, cultura, túmulo, Cazaquistão, civilizações antigas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar