02:08 01 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 22
    Nos siga no

    Cientistas examinaram um asteroide que deve ser visitado por uma missão da NASA em 2022, encontrando provas que suas propriedades atraíram sucessão de outros asteroides.

    Após realizar diversas simulações em 2D e 3D usando um supercomputador, cientistas do Laboratório Nacional de Los Alamos, EUA, concluíram que o asteroide 16 Psyche, localizado no cinturão de asteroides entre Marte e Júpiter, poderia ser o núcleo metálico de um planeta que não se formou completamente, de acordo com o portal Newswise.

    "Psyche é um corpo interessante de estudar porque é provavelmente o remanescente de um núcleo planetário que foi perturbado durante a fase de acreção [a acumulação de partículas em um corpo celeste através de gravidade], e podemos aprender muito sobre a formação planetária com Psyche se ele for de fato fundamentalmente metálico", comentou Wendy Caldwell, uma das coautoras do estudo publicado na revista científica Icarus.

    A equipe de pesquisadores simulou diferentes tipos de asteroides que poderiam ter caído no 16 Psyche, descobrindo propriedades metálicas que atrairiam outros objetos espaciais.

    Os cientistas descobriram que a cratera Sudbury, no Canadá, tinha um minério semelhante em propriedades ao monel, um material detectado na superfície do 16 Psyche, sugerindo que o próprio minério é de origem extraterrestre.

    "Nossa capacidade de modelar o impacto através da fase de modificação é essencial para entender como as crateras se formam nos corpos metálicos", disse Caldwell.

    "Nos estágios iniciais de formação das crateras, o material alvo se comporta como um fluido. No estágio de modificação, no entanto, a força do material alvo desempenha um papel fundamental em como o material que não é ejetado 'se instala' na cratera".

    Em 2022, a agência espacial norte-americana NASA planeja lançar uma sonda para estudar o asteroide 16 Psyche, o que torna esse estudo potencialmente importante para a missão.

    Mais:

    Pontos brilhantes em planeta anão podem indicar oceanos subterrâneos
    É descoberto em FOTO corpo celeste que seria o mais 'atingido' do Sistema Solar
    NASA contrata SpaceX para missão a asteroide que poderia tornar todo mundo bilionário
    Tags:
    Canadá, Júpiter, Marte, EUA, NASA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar