05:19 23 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 80
    Nos siga no

    Astrônomos descobriram exoplaneta 25 vezes mais pesado que a Terra e pouco menor que Netuno. Essas e outras características colocam em xeque as principais teorias sobre a formação de planetas.

    Novas observações do exoplaneta K2-25b realizadas com o telescópio WIYN, no Observatório Nacional de Kitt Peak (KPNO, na sigla em inglês), Arizona, e com o telescópio Hobby-Eberly, no Observatório McDonald, Texas, ambos nos EUA, levantam dúvidas sobre as teorias atuais acerca da formação de planetas, uma vez que o exoplaneta é incomumente denso para o seu tamanho e a para a sua idade. Os resultados das observações foram publicados na revista científica The Astronomical Journal.

    O K2-25b orbita uma estrela anã no aglomerado estelar aberto de Híades, localizado na constelação de Touro. O sistema solar do K2-25b tem aproximadamente 600 milhões de anos e está localizado a cerca de 150 anos-luz da Terra.

    As teorias atuais defendem que um planeta gigante se forma primeiro montando um modesto núcleo de gelo e rocha de cinco a dez vezes a massa da Terra e, em seguida, envolvendo-se em um enorme invólucro gasoso com centenas de vezes a massa da Terra. O resultado é um gigante de gás como Júpiter.

    Grande Mancha Vermelha de Júpiter
    Grande Mancha Vermelha de Júpiter
    Todavia, o K2-25b quebra todas as regras: o exoplaneta é 25 vezes maior que a Terra, possui um tamanho modesto, pouco menor do que Netuno, é quase todo núcleo e quase nada gasoso ao redor. Essas propriedades anormais apresentam dois quebra-cabeças para os astrônomos. Primeiro: como o K2-25b criou um núcleo tão grande, muitas vezes o previsto pela teoria? Segundo: com seu núcleo massivo – e, consequentemente, forte força gravitacional –, como evita acumular um significativo invólucro gasoso?

    "O K2-25b é incomum", garante Gudmundur Stefansson, líder da pesquisa e pós-doutorado na Universidade de Princeton, EUA. "O planeta é denso por seu tamanho e idade, em contraste com outros planetas jovens do tamanho de Netuno que orbitam perto de sua estrela hospedeira […] O K2-25b, com as medidas em mãos, parece ter um núcleo denso, rochoso ou rico em água, com um invólucro fino", explica Stefansson ao portal Phys.org.

    Mais:

    NASA anuncia descoberta de exoplaneta que teria temperatura semelhante à Terra
    Exoplaneta Proxima c pode ter sido fotografado pela 1ª vez
    Exoplanetas habitáveis poderiam ser identificados por 'código de cores', afirma estudo
    Exoplaneta do tamanho de Saturno teria sido encontrado por grupo de astrônomos amadores
    Tags:
    exoplaneta, telescópio, Sistema Solar, Terra
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar