05:24 29 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    2130
    Nos siga no

    Arqueólogos israelenses encontraram evidências de arte rupestre sem precedentes em dólmens de 4.200 anos.

    O novo projeto de pesquisa faz parte de um estudo de dólmens (monumentos megalíticos tumulares construídos por humanos) na Alta Galileia e nas Colinas de Golã "em uma tentativa de desvendar o mundo desta misteriosa cultura que existiu há mais de quatro mil anos e que deixou somente dólmens como prova de sua rica cultura", declarou em comunicado Gonen Sharon, da Universidade de Tel Hai.

    Estes monumentos megalíticos podem ser encontrados em vários cantos do mundo, e foram criados por povos do Neolítico até a Idade do Ferro.

    Os dólmens das Colinas de Golã e do vale de Hula foram construídos durante a Idade do Bronze há um período entre 4.500 anos e 4.000 a.C.

    Em um monumento do campo de dólmens perto da cidade de Kiryat Shemona, arqueólogos identificaram aquilo que parece ser um rosto esculpido.

    Embora tenham sido cautelosos ao identificar a escultura como uma "face sorridente", arqueólogos indicam que "estas linhas foram talhadas com precisão para se encaixarem na forma geral da pedra e para se assemelharem a um rosto humano: um par de linhas curtas marcam os olhos e a linha mais comprida representa a boca da figura".

    Pedra da Idade do Bronze, descoberta em Israel, exibe traços que se assemelham com rosto humano
    Pedra da Idade do Bronze, descoberta em Israel, exibe traços que se assemelham com rosto humano

    De acordo com a pesquisa, a única suposição é assumir que o "sorriso" foi feito intencionalmente, o que, na opinião dos autores, apoia a ideia de que se trata de arte rupestre e não de linhas aleatórias.

    Outro achado foi descoberto em três paredes de um grande dólmen no norte de Israel onde aparece esculpida uma manada de animais. Uma das paredes exibe um grupo de seis animais com chifres, cada um de tamanhos diferentes. Diante da cena da manada, foi revelado um animal com um só chifre.

    Na terceira parede, pesquisadores descrevem a descoberta de três cruzes dentro de retângulos. Todas as imagens estão relacionadas à prática de caça, apontam pesquisadores, avança The Times of Israel.

    Autores do estudo asseguram que os animais com chifres retratados nas paredes "são os primeiros rebanhos de gado a serem descobertos nas partes não áridas no norte de Israel".

    "Esta é a primeira vez que vemos este tipo de arte rupestre em dólmens no Oriente Médio", afirmou Uri Berger, arqueólogo da Autoridade de Antiguidades de Israel em um vídeo.

    Mais:

    Nova descoberta em antiga ruína turca pode revelar segredos neolíticos
    Poços misteriosos de mais de 4 mil anos descobertos em volta de Stonehenge (FOTOS)
    Arqueólogos creem ter solucionado mistério de pinturas rupestres aborígenes (FOTO)
    Tags:
    Idade de Bronze, arqueólogo, arqueologia, caverna, pintura rupestre, pré-histórico, Israel, arte rupestre
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar